Últimas Notícias | 27 de janeiro de 2021

Ano 14, Edição 006.


"Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades,

Muda-se o ser, muda-se a confiança;

Todo o mundo é composto de mudança,

Tomando sempre novas qualidades."

(Luís de Camões)


Candidata a vacina contra covid-19 é aplicada por spray nasal

Pesquisadores da Universidade de Lancaster, no Reino Unido, desenvolveram um novo protótipo de vacina contra a covid-19 que tem uma novidade importante: Ela pode ser administrada pelo nariz. Os pesquisadores administraram duas doses da vacina por meio de um spray nasal em testes com animais, que são o primeiro estágio do desenvolvimento da vacina. Isso desencadeou anticorpos robustos e respostas de células T que foram suficientes para neutralizar o SARS-CoV-2, causador da pandemia de covid-19. Houve também uma redução significativa na patologia pulmonar, inflamação e doença clínica nos roedores que receberam o fármaco. A vacina é baseada em um vírus comum de aves domésticas, chamado NDV - Vírus da Doença de Newcastle, que pode se replicar em nosso corpo, mas é inofensivo aos humanos. Os cientistas projetaram o NDV para produzir as proteínas de pico do vírus SARS-CoV-2, ou seja, as proteínas que o vírus usar para se "enganchar" nas células, enganando o corpo e fazendo com que ele desenvolvesse uma resposta imunológica contra o SARS-CoV-2.


A vacina em spray nasal - "Descobrimos que a administração desta vacina por meio de um spray nasal protegeu completamente os animais da disseminação do vírus, que pode então ser transmitido a outros. Isso significa que a imunização do trato respiratório superior por meio de um spray nasal pode evitar que os indivíduos espalhem o vírus e desenvolvam infecções em outros lugares no corpo". "Embora a vacina tenha mostrado segurança e eficácia promissoras neste modelo animal, testes em humanos ainda são necessários para determinar sua aplicabilidade e obter aprovações regulatórias," disse o Dr. Muhammad Munir, responsável pela equipe.


(Texto extraído do artigo entitulado “Immunogenicity and Protective Efficacy of an Intranasal Live-attenuated Vaccine Against SARS-CoV-2 in Preclinical Animal Models”, dos autores Jun-Guy Park, Fatai S. Oladunni, Mohammed A. Rohaim, Jayde Whittingham-Dowd, James Tollitt, Bakri M Assas, Wafaa Alhazmi, Abdullah Almilaibary, Munir Iqbal, Pengxiang Chang, Renee Escalona, Vinay Shivanna, Jordi B. Torrelles, John J Worthington, Lucy H. Jackson-Jones, Luis Martinez-Sobrido, Muhammad Munir, publicado no site bioRxiv)


PicPay traz ex-Uber para liderar área de marketplace

Enquanto as redes sociais faziam memes e especulações sobre a lista de participantes do BBB21, o PicPay se preparava para surfar o efeito viral da nova edição do reality show e seus “influencers”. Com taxa de crescimento de 20% ao mês, quase 40 milhões de usuários e R$ 36,6 bilhões em pagamentos processados no ano passado, a companhia que surgiu como ferramenta de pagamentos instantâneos quer dar tração ao marketplace, vertical incipiente, mas que já faz um número de transações importante. No ano passado, foram 25 milhões de transações no marketplace do PicPay, que é forte na venda de créditos para games e vai entrar em áreas como eletrônicos e produtos de beleza, enquanto o Banco Inter, que conta com uma elogiada estratégia nessa área, fez 9,5 milhões de transações em 2020. As receitas transacionadas no marketplace do Inter são bem maiores, da ordem de 1,2 bilhão de reais. O PicPay não fornece esta informação. Para cuidar da estratégia de lojas plugadas ao aplicativo, o PicPay contratou Fábio Plein, executivo que comandava a Uber Eats. A companhia quer ser percebida como um super app, e não como uma carteira virtual. A inspiração declarada é o chinês WeChat.


Sucessos do PicPay - Plein não é o único a reforçar o management do PicPay. Eduardo Chedid, CEO da bandeira de cartões Elo, deve começar nos próximos dias como vice-presidente de serviços financeiros, dizem fontes. Na presidência, está José Antonio Batista, sobrinho de Joesley e Wesley Batista. Fundada pelo capixaba Anderson Chamon e controlada pelo Banco Original, pertencente ao grupo da J&F, a holding dos irmãos Batista que também controla a JBS, o PicPay fez uma grande ofensiva de marketing no ano passado, patrocinando o BBB, o que ajudou a escalar o número de usuários da empresa, que saiu de 14 milhões no ano retrasado para 39 milhões em 2020. O sucesso inesperado do programa, que mudou o formato, rendeu frutos para a plataforma a ponto de quase derrubar o app diante da enxurrada de usuários que o acessavam durante a final do reality show. Neste ano, a dose será reforçada. Além de patrocinar o programa, a empresa acabou de lançar uma nova campanha publicitária estrelada pela cantora Iza.


A massificação do PicPay - É m case viral no Espírito Santo, onde 75% da população capixaba usa o aplicativo ao menos uma vês por mês. É o que dá lastro para a estratégia do marketplace liderada por Plein, agora, vice-presidente de store do grupo. “Não basta ter um marketplace. Você precisa ter a massa crítica que vai consumir. É assim que essa roda gira. Muita gente não vai conseguir fazer essa roda girar. Vamos conseguir fazer isso porque a gente já tem 39 milhões de usuários, e crescendo”, afirma Chamon. O fundador, que hoje é vice-presidente de tecnologia e produtos do PicPay, não arreda o pé do crescimento. Em três anos, espera alcançar 100 milhões de usuários, mais de 40% da população brasileira. Para tanto, a plataforma, que também oferece cartão de crédito e cashback, vai seguir investindo em marketing, retenção e atração de clientes. As dores do crescimento implicam prejuízo, mas o PicPay já entrega margem positiva e estaria no azul se decidisse “parar de crescer”, o que não faz sentido para um negócio que só ganha com escala. Ainda não há dados financeiros auditados do ano passado, mas o PicPay encerrou 2019 com prejuízo de R$ 80,6 milhões, de acordo com balanço publicado no “Diário Oficial” de São Paulo.


IPO do PicPay - Para acelerar a entrada de novos serviços e lojas no aplicativo, o PicPay acaba de abrir a plataforma para desenvolvedores. Até então, todas as stores virtuais eram desenvolvidas pelo time de tecnologia da empresa. “Queremos tombar o marketplace brasileiro para o PicPay”, afirma Chamon. A trajetória de crescimento inevitavelmente coloca o PicPay a caminho de um IPO. O fundador é protocolar sobre o tema: “a empresa sempre avalia operações, como a abertura de capital ou um private placement”. Um IPO, se acontecer, parece mais viável nos EUA, onde estão Stone e PagSeguro. (Blog Televendas & Cobrança, com informações do jornal Valor Econômico)


EDP acerta compra de 40% da Blue Sol Participações

A EDP, empresa portuguesa de distribuição de energia elétrica, anunciou ao mercado que em 23 de dezembro último assinou acordo de investimento para aquisição de participação minoritária de até 40% do capital social votante da Blue Sol Participações. O acordo prevê ainda a chance de adquirir o seu controle após três anos e meio da conclusão da operação. A EDP aponta que a aquisição reforça o compromisso de investimento no segmento de GD - Geração Distribuída solar como uma das vertentes de crescimento. No comunicado, a EDP diz que o que motivou a compra foi o acesso a uma rede de franquias em expansão, que vai dar capilaridade em vendas para o segmento B2C, assim como ter uma opção de crescimento acelerado de vendas e a criação de uma plataforma de expansão capaz de servir o cliente em todo o país.


A Blue Sol - A empresa brasileira tem 12 anos de atuação na geração distribuída solar para o mercado B2C. O seu modelo de negócios inclui franquias e soluções desde a concepção do projeto até o fornecimento de equipamentos, instalação e auxílio no processo para viabilizar a conexão com a distribuidora. Atualmente, a Blue Sol possui uma rede de 34 franquias distribuídas em 16 estados e atende clientes em todo o território nacional. Em 2020, a empresa vendeu mais de 17,5 MWp de potência, tendo faturamento de 65 milhões de reais e acumula 50MWp instalados no período entre 2015 e 2020. A compra ainda está sujeita a determinadas condições e a expectativa é que a operação seja finalizada no primeiro trimestre de 2021. (Portal canalenergia - Pedro Aurélio Teixeira)


Exportações do agro suplantam 100 bilhões de dólares em 2020

As exportações do agro em 2020 alcançaram US$ 100,8 bilhões, segundo maior valor em 10 anos e crescimento de 4,1% em relação a 2019, o que garantiu balança comercial positiva para o Brasil, com saldo recorde de US$ 87,8 bilhões. Os dados foram compilados pela CNA - Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil com base nas informações do Ministério da Economia. De acordo com o documento, soja em grãos foi o principal produto da pauta exportadora do agronegócio brasileiro em 2020, com participação de 28,3% e receita de US$ 28,6 bilhões, ou seja, 9,6% a mais que em 2019. Em seguida, completam a lista dos cinco produtos mais vendidos: carne bovina in natura (US$ 7,4 bilhões), açúcar de cana em bruto (US$ 7,4 bilhões), celulose (US$ 6 bilhões) e farelo de soja (US$ 5,9 bilhões).


Os principais clientes do agro brasileiro - Segundo o boletim da CNA, a China foi o principal destino dos produtos do agro brasileiro, respondendo por 33,7% do total das vendas externas no ano passado. Os itens mais embarcados para o país asiático foram soja em grãos, carne bovina in natura e celulose. A União Europeia foi o segundo principal mercado, com participação de 16,2% dos embarques. Destaque para farelo de soja, soja em grãos e café verde. Os Estados Unidos tiveram a terceira colocação, com parcela de 6,9%. Celulose, café verde e álcool etílico foram os produtos mais embarcados para o território norte-americano. (Portal AGROLINK)


Upbeat Consulting | Upbeat MDC Consultoria Empresarial Ltda


Integrar disciplinas executando transições eficazes traz a vitória, no triathlon e nos negócios. Desenvolvemos soluções estratégicas que combinam capital humano, marketing e vendas. Maximizamos performance e proporcionamos resultados campeões para nossos clientes junto aos seus colaboradores, consumidores e acionistas atuando na gestão integrada de soluções em transições de carreira, de informação e de negócios.


Upbeat Consulting

Performance em transições de carreira, de informação e de negócios.

+55 11 5199 2919 | www.upbeatconsulting.net


Vamos com tudo!


Rodrigo N. Ferraz | rodrigo@upbeatconsulting.com.br

Ruben D.F. Ferraz | r.ferraz@upbeatconsulting.com.br


Tags: #serviços #tecnologia #alimentos #varejo #aconselhamentoparaqualquermomentodecarreira #vagasdifíceis #headhuntingvagasdifíceis #outboundhiring #boletimupbeatmdc #upbeatconsulting #energiasalternativas #vamoscomtudo #agronegocios