Últimas Notícias | 21 de maio de 2021

Ano 14, Edição 028.


“O único lugar onde o sucesso vem antes do trabalho é no dicionário.”

(Stubby Crene)


“Para ter um negócio de sucesso, alguém, algum dia, teve que tomar uma atitude de coragem.” (Peter Drucker)


Leia agora em nosso boletim:


Sucesso segundo Warren Buffett

Não dá para comprar um carro zero pelo WhatsApp

Cinco fatos do agro para acompanhar em junho

Banco libera milhões para gigante do agro aumentar sustentabilidade


Sucesso segundo Warren Buffett

Dinheiro é o mesmo que sucesso? Para Buffett, três fatores pesam muito mais do que o tamanho da conta bancária. Com 89 anos, a sabedoria de Warren Buffett vai muito além de seus conselhos sobre investimentos. O quarto homem mais rico do mundo também pode dar grandes lições para a vida profissional. O megainvestidor e filantropo é dono de uma fortuna de 67,5 bilhões de dólares, segundo o ranking da revista Forbes. Como no caso de muitos bilionários, as pessoas querem entender como eles conseguiram alcançar seus objetivos e chegar ao topo. No entanto, o sucesso não pode ser medido apenas pela conta bancária. Pelo menos, é isso que Buffett alerta em uma de suas famosas frases: “Se você chega na minha idade e ninguém te enxerga com bons olhos, eu não me importo com o quão grande sua conta bancária é: sua vida é um desastre”. E quais seriam os sinais de sucesso? O site Inc.com reuniu três momentos em que o bilionário recomendou decisões de vida que separam os sonhadores dos profissionais de sucesso.



Não corra riscos por causa de ganância.

“Se você arriscar algo que é importante para você por algo sem importância para você, não faz sentido. Eu não me importo se as chances de sucesso são de 99 para 1 ou 1.000 para 1”, disse ele em um discurso para turma de formandos na Universidade da Flórida. Buffett conta que já viu muitas pessoas correrem riscos quando deveriam ter sido mais conservadoras, e sendo motivadas apenas pela ganância. A lição é investir no que é mais importante e necessário.


Nos relacionamentos, invista em pessoas éticas e honestas.

Ainda falando com os graduados, o bilionário perguntou quem eles acreditavam que teria sucesso. “Você provavelmente escolheria alguém que você se relacionou de melhor maneira, alguém com as melhores qualidades de liderança, alguém que consegue fazer com que as pessoas executem seus interesses. Essa seria a pessoa que é generosa, honesta e que dá crédito às pessoas por suas próprias ideias”, disse ele.


Existe uma medida para o sucesso na vida.

O dinheiro compra a felicidade? O investidor tem certeza de uma coisa impossível de comprar: amor. Segundo sua biografia, a verdadeira medida para o sucesso deve ser a equivalência entre quem você deseja que te ame e quem te ama de verdade. “O problema do amor é que você não pode comprá-lo. Você pode comprar sexo. Você pode comprar jantares. Mas o único jeito de conseguir amor é ser amável. Você gostaria de pensar que é possível escrever um cheque: vou comprar 1 milhão de dólares em amor. Mas não é assim que funciona. Quanto mais amor você dá, mais você recebe.” (Blog Televendas & Cobrança, com informações da revista EXAME)


Não dá para comprar um carro zero pelo WhatsApp

É possível comprar um carro zero pelo WhatsApp Pay? “Agora você pode enviar dinheiro para seus amigos e familiares pelo WhatsApp e é tão fácil quanto mandar uma foto”. Essa foi a frase que Mark Zuckerberg, fundador e CEO do Facebook, empresa que é dona do WhatsApp, usou para definir a nova função de pagamentos do aplicativo. O WhatsApp lançou um serviço de pagamentos no último dia 4 de maio no Brasil. Pelo app, será possível transferir dinheiro para outras pessoas, como amigos ou familiares, sem taxas. E aí surgiu a dúvida: posso comprar o carro de um terceiro pelo aplicativo? Bom, a primeira coisa que você precisa saber é que, diferentemente do Pix, ainda não é possível transferir quantias de pessoa para empresa ou de empresa para empresa. A novidade só será aceita em transações de pessoa física para pessoa física. Ou seja, ainda não é possível passar o valor da compra do carro para uma concessionária, por exemplo. A empresa lançou o serviço no ano passado, mas só agora foi aprovado pelo Banco Central, que ainda precisa aceitar os pagamentos para empresas.


Limites de transações pelo WhatsApp - Alguns limites foram estabelecidos. As pessoas podem enviar até R$ 1.000 por transação e receber 20 transações por dia, mas a ferramenta ainda tem um limite de R$ 5 mil por mês – os bancos parceiros podem estabelecer um limite menor para transações. Isso quer dizer que, ao menos que o carro custe R$ 5 mil, não é possível comprar um veículo usado usando o WhatsApp Pay. Por enquanto, a modalidade pode ser usada apenas se o terceiro, pessoa física, exigir uma pequena entrada, por exemplo. Em resposta à revista “Autoesporte”, o WhatsApp disse que também “não há um comprovante de pagamento, considerando que a função do WhatsApp é a de um iniciador, mas é possível encontrar uma lista completa com todas as transações realizadas (menu, pagamentos e histórico de pagamentos)”. No extrato bancário, as transações realizadas no WhatsApp serão identificadas como “FBPAY”. E não basta somente ter o aplicativo de mensagens. Será preciso ter um número de telefone do Brasil. Somente transações dentro do país e em reais estão autorizadas.


Uso restrito a usuários de alguns cartões de débito - Inicialmente o serviço só será habilitado para usuários com cartões de débito, pré-pago ou combo do Banco do Brasil, Banco Inter, Bradesco, Itaú, Mercado Pago, Next, Nubank, Sicredi e Woop Sicredi, com as bandeiras Visa e Mastercard. A função será operada pela Cielo. Os cartões de crédito não serão aceitos. Se você é cliente desses bancos, o primeiro passo é adicionar seu cartão, escolher uma pessoa para enviar o dinheiro e clicar para adicionar a transação. O destinatário verá o pagamento direto na conversa. Não haverá taxa.


Habilitações apenas com convites - A função será habilitada de forma gradual e apenas com convites. Os usuários com o recurso já ativado poderão convidar amigos e familiares. Além disso, uma conta habilita o serviço de outras automaticamente ao enviar uma transferência de qualquer valor. Os bancos parceiros também podem convidar seus clientes para se inscrever e usar os pagamentos pelo WhatsApp. (Blog Televendas & Cobrança)


Cinco fatos do agro para acompanhar em junho

As exportações do agronegócio atingiram a cifra de US$ 13,57 bilhões em abril, estabelecendo novo recorde para o mês, com crescimento de 39% frente ao mesmo período de 2020. Na avaliação do professor Doutor Marcos Fava Neves, as vendas externas do agronegócio brasileiro estão atingindo “resultados impressionantes”. “Dados divulgados pela CNA - Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil indicam um VPB - Valor Bruto da Produção Agropecuária estimado em R$ 1,19 trilhão, crescimento de 15,2% em relação a 2020”, destaca ainda Fava Neves, que é titular em tempo parcial das Faculdades de Administração da USP em Ribeirão Preto e da EAESP/FGV em São Paulo, e renomado especialista em planejamento estratégico do agronegócio. Confira abaixo os “cinco fatos do agro” que, na visão do especialista, merecem ser acompanhados em junho:


  • A crise hídrica que assola o Brasil e coloca em risco o abastecimento de energia elétrica, trazendo grandes perdas para as safras de milho, cana, laranja, café entre outras;

  • As importações na Ásia e outros países em carnes, grãos e demais produtos que estão saindo do Brasil com uma velocidade impressionante;

  • A tímida melhora das perspectivas econômicas e o desempenho consequente do mercado consumidor interno de alimentos e combustíveis. Observar as instabilidades políticas trazidas pela CPI e outros problemas;

  • O desempenho na safra dos EUA. Aparentemente, o clima está mais adequado e o plantio bem acelerado;

  • A inflação de custos na agricultura, e possíveis preços menores de venda dos produtos com valorização cambial e safras maiores na safra 2021/22.


Banco libera milhões para gigante do agro aumentar sustentabilidade

O Rabobank Brasil, instituição financeira especializada em agronegócio, e a gigante de produção de grãos e fibras Scheffer fecharam um “green deal” no valor de 16 milhões de dólares. O empréstimo está vinculado ao “sucesso da companhia em dobrar sua área produtiva que utiliza tecnologias da agricultura regenerativa, método sustentável que propõe cultivar o solo com redução do uso de químicos, recuperando e mantendo o ecossistema local”, afirma o banco em comunicado. De acordo com o banco, a operação e as metas acordados estão “alinhados com a missão do Rabobank em expandir a adoção de práticas sustentáveis nos setores agrícolas e financeiros, incentivando e auxiliando produtores e agentes a fazerem as melhorias necessárias”.


A sustentabilidade da Scheffer - Primeira empresa do agronegócio brasileiro a receber o selo do programa Regenagri, a Scheffer projeta dobrar a área monitorada por este certificado da organização global Control Union, que atesta a melhoria contínua na implementação e acompanhamento de boas práticas de agricultura regenerativa. Se a meta for atingida, o tamanho passaria de 4.055 hectares para 8.100 hectares até o fim de 2023.

“Esta tecnologia adotada pela Scheffer é um exemplo de inovação importante no aprimoramento da sustentabilidade para agricultura de larga escala”, diz Fabiana Alves, Diretora Executiva de Corporate Clients do Rabobank Brasil. O diretor da empresa, Guilherme Scheffer afirma que, “com a utilização de recursos tecnológicos e com olhar cuidadoso com o solo e a natureza, temos como meta dentro do nosso plano estratégico, reduzir cada vez mais o uso de produtos químicos, ampliando o emprego de produtos biológicos contra pragas e doenças das lavouras. Na safra 2019/2020, por exemplo, a aplicação de químicos nas lavouras de soja diminuiu 53% e nas áreas de algodão, 34%, sem alterar os índices médios de produtividade. E muitas das técnicas agrícolas consideradas regenerativas já são aplicadas pela Scheffer em todas as unidades produtivas há décadas, como é o caso do plantio direto, a rotação de culturas”. (Portal AGROLINK)


Upbeat Consulting | Upbeat MDC Consultoria Empresarial Ltda


Integrar disciplinas executando transições eficazes traz a vitória, no triathlon e nos negócios. Desenvolvemos soluções estratégicas que combinam capital humano, marketing e vendas. Maximizamos performance e proporcionamos resultados campeões para nossos clientes junto aos seus colaboradores, consumidores e acionistas atuando na gestão integrada de soluções em transições de carreira, de informação e de negócios.


Upbeat Consulting

Performance em transições de carreira, de informação e de negócios.

+55 11 5199 2919 | www.upbeatconsulting.net


Vamos com tudo!


Rodrigo N. Ferraz | rodrigo@upbeatconsulting.com.br

Ruben D.F. Ferraz | r.ferraz@upbeatconsulting.com.br


Tags: #serviços #tecnologia #alimentos #varejo #aconselhamentoparaqualquermomentodecarreira #vagasdifíceis #headhuntingvagasdifíceis #outboundhiring #boletimupbeatmdc #upbeatconsulting #energiasalternativas #vamoscomtudo #agronegocios #marketingparamarcasempregadoras