Últimas Notícias | 30 de março de 2021

Atualizado: Abr 12

Ano 14, Edição 017.


"Quando tiveres cumprido teu dever, resta-te ainda outro: mostrares-te satisfeito." (Goethe)


Leia agora em nosso boletim:


Sentir-se satisfeito com a vida melhora tudo

IPO da Raízen deve destravar valor na Cosan

Bill Gates revela por que está comprando tantas terras agrícolas

EUA estão muito dependentes da China


Sentir-se satisfeito com a vida melhora tudo

Uma maior satisfação com a vida está associada a uma melhor saúde física, psicológica e comportamental. Mas é mais do que isso. Na verdade, uma maior satisfação com a vida está ligada a 21 resultados positivos de saúde e bem-estar, incluindo:

  • risco de mortalidade reduzido em 26%

  • risco de depressão 46% menor

  • risco 25% menor de limitações de funcionamento físico

  • risco 12% menor de dor crônica

  • risco 14% menor de aparecimento de problemas de sono

  • probabilidade 8% maior de atividade física frequente

  • melhor bem-estar psicológico em vários indicadores, incluindo maiores afeto positivo, otimismo, propósito na vida e domínio, bem como menores como desesperança, afeto negativo, restrições percebidas e solidão



Satisfação com a vida - "A satisfação com a vida é a avaliação de uma pessoa sobre sua própria vida com base nos fatores que ela considera mais relevantes. Embora a satisfação com a vida seja moldada pela genética, fatores sociais e mudanças nas circunstâncias da vida, ela também pode ser melhorada tanto no nível individual quanto coletivamente, em nível nacional," disse o Dr. Eric Kim, da Universidade da Colúmbia Britânica, no Canadá. "Os resultados deste estudo sugerem que a satisfação com a vida é um alvo valioso para os formuladores de políticas considerarem quando tentarem formular políticas para melhorar os resultados de saúde física, psicológica e comportamental. À medida que nossas nações fazem uma pausa e reavaliam nossas prioridades à luz da mudança generalizada causada pela covid-19, nossos formuladores de políticas têm uma oportunidade rara e excelente de buscar o bem-estar para todos no mundo pós-pandêmico," disse o Dr. Kim.


(Texto extraído do artigo científico entitulado “Life Satisfaction and Subsequent Physical, Behavioral, and Psychosocial Health in Older Adults”, dos autores Eric S. Kim, Scott W. Delaney, Louis Tay, Ying Chen, Ed Diener, Tyler J. Vanderweele, publicado na revista The Milbank Quarterly)


IPO da Raízen deve destravar valor na Cosan

A Raízen, joint venture entre a Cosan e a Royal Dutch/Shell, contratou quatro bancos para o que deve ser um dos maiores IPOs da história do mercado de capitais brasileiro em valores nominais. Segundo a Reuters, o IPO deve levantar cerca de 13 bilhões de reais, em linha com o do Santander Brasil, que levantou 13,1 bilhões de reais em 2009, e maior que o da Rede D'Or, que levantou 11,5 bilhões de reais no ano passado. Segundo a agência, os coordenadores da oferta terão como líder o BTG Pactual e os bancos Citigroup, Bank of America e Credit Suisse. Outros bancos se juntarão ao sindicato ainda esta semana. A Raízen tem dois negócios principais: a produção e comercialização de açúcar e etanol (Raízen Energia), e a venda de combustível pelos 6,2 mil postos Shell (Raízen Combustíveis). Na Raízen Energia, o benchmark é a Neste, a companhia europeia que negocia acima de 15x EBITDA. Na Combustíveis, a Raízen tentará negociar a um prêmio sobre BR Distribuidora e a Ultrapar, dona da Ipiranga. Assumindo um múltiplo de 10x EBITDA, a Raízen terá um valor de mercado de cerca de R$ 90 bilhões.


A Cosan e a Raízen como empresas separadas - Para efeito de comparação, a Cosan vale 42 bilhões de reais na B3. Quando estiver separada da Cosan, a Raízen será a quarta maior empresa em receita do Brasil, depois de Petrobras, Vale e JBS. O IPO é parte da estratégia de Rubens Ometto de listar todas as companhias operacionais da Cosan. Os recursos da oferta serão usados para arredondar a estrutura de capital da Raízen e suportar sua estratégia de crescimento em energia renovável. Além de ser a maior produtora de energia renovável do mundo, a Raízen é uma das poucas empresas investment grade no Brasil, e tem uma alavancagem de 2x EBITDA. Apesar da listagem na B3, a Raízen quer atrair investidores internacionais, principalmente os focados no que a companhia está chamando de “EESG” — Economics, Environmental, Social and Governance, um twist em relação ao termo clássico. Segundo a Reuters, o IPO deve vir a mercado entre junho e julho. (Portal Brazil Journal)

Bill Gates revela por que está comprando tantas terras agrícolas

O cofundador da Microsoft e filantropo, Bill Gates, revelou à plataforma de mídia social Reddit por que vem investindo tanto em compras de terras agrícolas. Essa é a primeira vez que Gates comenta publicamente as aquisições feitas por entidades ligadas a ele e sua esposa Melinda, o que o fez figurar como o principal proprietário privado de terras agrícolas dos Estados Unidos em 2021. Durante um evento marcando o lançamento de seu novo livro, “Como evitar um desastre climático”, Gate recebeu a seguinte pergunta de um usuário do Reddit: “Ei, Bill! Por que você está comprando tantas terras agrícolas?”. Gates respondeu que a decisão está ligada à ciência e tecnologia aplicada nas sementes e ao desenvolvimento de biocombustíveis. “Meu grupo de investimento escolheu fazer isso. O setor agrícola é importante. Com sementes mais produtivas, podemos evitar o desmatamento e ajudar a África a lidar com as dificuldades climáticas que já enfrentam. Não está claro o quão baratos os biocombustíveis podem ser, mas se eles forem baratos, podem resolver as emissões da aviação e dos caminhões”, completou.


Apoio à agricultura sustentável - O bilionário acrescentou que está também investindo em fontes alternativas de água, como por exemplo a viabilidade da dessalinização da água do mar. “Temos muita água. O problema é que é caro dessalinizá-la e movê-la para onde é necessária. O custo é proibitivo para o uso agrícola da água. Novas sementes podem reduzir o uso de água”, defendeu. Em janeiro, a revista norte-americana The Land Report revelou que Bill e Melinda Gates acumularam o maior portfólio de terras agrícolas privadas dos Estados Unidos, compreendendo cerca de 242.000 acres. O portfólio cresce para 269.000 acres se forem contadas as entidades ligados ao casal em 19 estados dos EUA. Um porta-voz da Cascade Investment, empresa presidida e controlada por Bill Gates, disse ao The Land Report que “apoia muito a agricultura sustentável”. A Cascade é acionista das empresas de proteína de base vegetal Beyond Meat e Impossible Foods, bem como da fabricante de equipamentos agrícolas John Deere.


Bill Gates e a carne sintética - Em uma entrevista ao MIT Technology Review no mês passado, Gates argumentou que as sociedades de alta renda deveriam substituir completamente o consumo de carne bovina por alternativas “sintéticas”. “Não acho que os países mais pobres [...] comerão carne sintética. Acho que todos os países ricos deveriam mudar para carne 100% sintética”, disse ele. (Portal AGROLINK – Leonardo Gottems)


EUA estão muito dependentes da China

A agricultura dos Estados Unidos está se tornando excessivamente dependente das grandes exportações para a China, de acordo com o chefe da FCA - Farm Credit Administration, Glen Smith. “Sempre que você depende de um único país, como nós estamos da China, corremos risco”, disse ele em audiência pública na Câmara dos EUA. Os chineses devem comprar um valor recorde de commodities agrícolas em 2021, de acordo com previsões do USDA - Departamento de Agricultura dos Estados Unidos. A estatística que assusta os norte-americanos é a de que a China seria responsável por US$ 1 de cada US$ 5 embarcados pelos EUA neste ano. Respondendo questionamento do deputado Jeff Fortenberry, do estado do Nebraska, o presidente da FCA afirmou categoricamente: “A resposta curta é: sim, estamos em risco”. Para ilustrar o perigo, ele lembrou que as exportações agrícolas dos EUA caíram 6%, para US$ 135,5 bilhões no ano fiscal de 2019 quando começou a chamada “guerra comercial” sino-americana.


A pandemia e o momento econômico rural americano - Sobre o momento econômico dos produtores rurais, Glen Smith disse que a situação está em melhor forma do que há um ano. De acordo com ele, isso ocorreu graças ao ‘boom’ de valorização das commodities, com um aumento nas exportações e nos subsídios federais recordes para compensar o impacto da pandemia. “Embora os produtores certamente precisem de uma boa dose de otimismo, como produtor de grãos sei como os mercados podem reverter o curso. Dizer que estamos em tempos bons seria definitivamente um exagero agora”, analisou Glen Smith. (Portal AGROLINK)


Upbeat Consulting | Upbeat MDC Consultoria Empresarial Ltda


Integrar disciplinas executando transições eficazes traz a vitória, no triathlon e nos negócios. Desenvolvemos soluções estratégicas que combinam capital humano, marketing e vendas. Maximizamos performance e proporcionamos resultados campeões para nossos clientes junto aos seus colaboradores, consumidores e acionistas atuando na gestão integrada de soluções em transições de carreira, de informação e de negócios.


Upbeat Consulting

Performance em transições de carreira, de informação e de negócios.

+55 11 5199 2919 | www.upbeatconsulting.net


Vamos com tudo!


Rodrigo N. Ferraz | rodrigo@upbeatconsulting.com.br

Ruben D.F. Ferraz | r.ferraz@upbeatconsulting.com.br


Tags: #serviços #tecnologia #alimentos #varejo #aconselhamentoparaqualquermomentodecarreira #vagasdifíceis #headhuntingvagasdifíceis #outboundhiring #boletimupbeatmdc #upbeatconsulting #energiasalternativas #vamoscomtudo #agronegocios #marketingparamarcasempregadoras