Últimas Notícias | 20 de agosto de 2020


Headhunter sp, Headhunting brasil, Executive Search, Consultoria Empresarial, Gerenciamento de Carreira, Aconselhamento Profissional SP, M&A Brazil, SEO

"Um pedaço de pão comido em paz é melhor do que um banquete comido com ansiedade."

(Esopo)

Que tipo de ansiedade você tem?

A tensão enquanto aguarda os resultados de uma prova, o medo de não ter conseguido, a sensação de estar sob pressão, apreensão... - enfim, ansiedade. Ocorre que esses estados emocionais podem não se resumir às sensações; eles podem vir acompanhados de incômodos físicos, como dor nas costas, dor de cabeça, náusea, taquicardia, tremores, dificuldade em respirar, tontura etc. Variando em intensidade e duração, todos esses males estão associadas à ansiedade, que inclui uma variedade de distúrbios. Embora não exista uma cura definitiva para a ansiedade, a pesquisa neurocientífica está progredindo no desenvolvimento de novas ferramentas de diagnóstico e tratamentos mais eficientes. Um desses progressos acaba de ser alcançado por pesquisadores da Universidade de Trento, na Itália, que traçaram uma linha divisória entre diferentes aspectos da ansiedade, o que pode ajudar a encontrar o melhor tratamento para cada manifestação do distúrbio. Em vez de uma pesquisa comportamental, eles descobriram como monitorar o estado ansioso diretamente por imagens cerebrais.


Que tipo de ansiedade você tem? Monitorar a ansiedade diretamente no cérebro pode facilitar o diagnóstico. Francesca Saviola e seus colegas concentraram-se no que acontece no cérebro de pessoas com os dois principais tipos da condição: ansiedade-traço e ansiedade-estado, respectivamente a forma crônica temporária e a forma estável da doença. "Se você está se sentindo muito tenso hoje, mas geralmente está calmo e quieto, tem ansiedade estado alta e ansiedade traço baixa. Considerando que, se você está incomumente quieto, enquanto em geral se sente nervoso, pode ter ansiedade estado baixa e traço alta. Portanto, a ansiedade estado é uma condição temporária, enquanto a ansiedade traço costuma ser uma característica estável de uma pessoa," detalhou o professor Nicola de Pisapia.


Diferença entre os dois tipos de ansiedade - A experiência clínica mostra, entre outras coisas, que indivíduos com ansiedade-traço têm dificuldade em lidar com situações estressantes, correm risco de depressão, têm funções cognitivas alteradas, são menos competitivas socialmente e tendem a desenvolver distúrbios psicopatológicos. A diferenciação entre ansiedades traço e estado é útil para escolher o tratamento mais adequado para os pacientes e impedir que a condição se torne crônica. "Nosso estudo deixa claro que é fundamental tratar indivíduos com ansiedade estado para que eles não desenvolvam a ansiedade traço, que é uma condição crônica. Uma maneira de tratá-la é reduzir a ansiedade assim que ela se manifestar, por exemplo usando técnicas de relaxamento, atividade física e outros meios que melhoram o bem-estar pessoal em geral," esclareceu Pisapia. (Texto extraído do artigo científico “Trait and state anxiety are mapped differently in the human brain”, dos autores Francesca Saviola, Edoardo Pappaianni, Alessia Monti, Alessandro Grecucci, Jorge Jovicich, Nicola De Pisapia, publicado no Nature Scientific Reports)


GI Group adquire a Kelly Services Brasil

O GI Group, empresa internacional de recrutamento com sede na Itália, anunciou hoje, 20 de agosto, que adquiriu a empresa Kelly Services Brasil, operação brasileira de recrutamento da fornecedora global de soluções de força de trabalho Kelly Services. A transação foi fechada em meados de agosto e os termos do acordo não foram divulgados. O GI Group entrou no mercado brasileiro em 2008 e agora está consolidando sua presença na América Latina, reforçando suas linhas de negócios existentes: pessoal temporário e permanente (GI Group), recrutamento e seleção (Wyser), trade marketing (C2C) e outsourcing (GI BPO). A Kelly Services Brasil é uma empresa experiente com mais de 32 anos de experiência no Brasil. A empresa relatou receita em 2019 de 134 milhões de reais, ou 24,1 milhões de dólares, para suas operações no Brasil. Com dois escritórios no Rio de Janeiro e em São Paulo, a empresa se concentra no fornecimento de soluções de pessoal nos setores de varejo, ciências biológicas e tecnologia. (Portal Staffing Industry)


Mais ferrovias e hidrovias no Brasil

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina e o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, conversaram sobre os desafios da logística para o agronegócio em uma live na última quinta-feira, 13. Com a expansão do setor no Brasil, com safras recorde, a necessidade de infraestrutura de escoamento de safra ficou ainda maior. O ministro é otimista e acredita que as obras que estão em andamento vão ter efeitos significativos em cinco anos, quando projetou que “o Custo Brasil irá desabar”.


O progresso passa por ferrovias - Entre as obras em andamento no País está a ampliação da malha ferroviária. A meta é dobrar a participação do modal em oito anos no transporte de cargas. No ano passado a primeira ferrovia a ser leiloada foi a Norte-Sul. O trecho tem 1.537 km e vai de Porto Nacional, no Tocantins, a Estrela d'Oeste, em São Paulo. Os investimentos são na casa de R$ 2,7 bilhões.


A Malha Paulista - Em maio foi renovada a concessão da Malha Paulista. São esperados mais de R$ 6 bilhões de investimentos em obras, trilhos, vagões e locomotivas. O sistema ferroviário da Malha Paulista tem 1.989 quilômetros de extensão entre Santa Fé do Sul, no noroeste paulista, divisa com o Mato Grosso do Sul, e o Porto de Santos.


A Ferrogrão - Liga Sinop, MT ao porto de Miritituba, no Pará, deve ter a licitação lançada até o final deste ano. São esperados investimentos de R$ 8,4 bilhões no projeto de concessão. Com 933 quilômetros de extensão, tem papel estruturante para o escoamento da produção de milho, soja e farelo de soja do Estado do Mato Grosso, prevendo-se ainda o transporte de óleo de soja, fertilizantes, açúcar, etanol e derivados do petróleo. Sua implementação consolidará o novo corredor ferroviário de exportação do Brasil pelo Arco Norte, ligando o Norte de Mato Grosso até o porto paraense.


As ferrovias da Vale - Em julho o TCU - Tribunal de Contas da União aprovou a renovação da concessão das ferrovias administradas pela Vale em Minas Gerais e no Pará. Com isso a empresa deve construir a FICO - Ferrovia de Integração do Centro-Oeste, o que resultará em um investimento em Mato Grosso de R$ 4 bilhões. O projeto liga o município de Campinorte, em Goiás até Lucas do Rio Verde, no Mato Grosso, com mais de 518 km de ferrovia.


Eficientes em qualquer um dos lados da porteira - “A gente precisa responder a esse desafio que o agro nos impõe, para acabar com aquela máxima de que ‘somos eficientes da porteira para dentro e ineficientes da porteira para fora’. Vamos ter que ser eficientes da porteira para fora também. Não temos alternativa, porque vamos cada vez mais sofrer a competição do resto do mundo e temos que melhorar muito nossa logística”, afirmou o ministro. Tereza Cristina ressaltou a importância da ampliação da capacidade de transporte das ferrovias e a interligação com os portos para o escoamento da safra de grãos, bem como fluxo de insumos e fertilizantes para os grandes estados produtores do país. “As oportunidades que vão surgir com tudo isso que será feito, o que vai gerar de emprego, de renda para quem vive no interior”.


Transporte hidroviário - O investimento em hidrovias também está nos planos. Tarcísio de Freitas lembrou que Medida Provisória 945, que altera a legislação portuária, também é um caminho. De acordo com ele, a MP, que já foi aprovada pelo Congresso Nacional, simplifica o processo de arrendamento de terminais. “A nossa missão é dar infraestrutura para aqueles que têm cadeias verticalizadas, que precisam ter um cais e ter acesso portuário. Não faz sentido ter um processo super lento para viabilizar esse acesso portuário”, disse.


Arrendamentos portuários - Até o fim deste ano o governo deve fazer 11 leilões de arrendamento portuário. No ano passado, foram realizados 13 leilões. Também estão previstos investimentos na Hidrovia do Paraguai, que movimenta cerca de três milhões de toneladas de produtos, e irá receber serviços de dragagem, sinalização e balizamento.


Cabotagem - Na cabotagem, navegação entre portos ou pontos da mesma costa de um país, a estratégia é reduzir o custo da navegação. O projeto de lei do Programa de Incentivo à Cabotagem, chamado ‘BR do Mar’, apresentado pelo governo ao Congresso Nacional quer aumentar em 40% a capacidade da frota marítima dedicada à cabotagem nos próximos três anos e dobrar o volume de contêineres transportados. (Portal AGROLINK)


Upbeat Consulting | Upbeat MDC Consultoria Empresarial Ltda.


Executar transições eficazes entre disciplinas traz a vitória, no triathlon e nos negócios. Além de headhunting para vagas difíceis, desenvolvemos soluções estratégicas integrando capital humano, marketing e vendas. Maximizamos a performance e proporcionamos resultados campeões para os nossos clientes junto aos seus colaboradores, consumidores e acionistas.


Upbeat Consulting

Performance em transições de carreira, de informação e de negócios.


Fale com a gente. Vamos com tudo!


Rodrigo N. Ferraz | rodrigo@upbeatconsulting.com.br | 5511 5199 2919

Ruben D.F. Ferraz | r.ferraz@upbeatconsulting.com.br | 5511 4554 1140



Tags: #serviços #tecnologia #alimentos #varejo #vagasdifíceis #headhuntingvagasdifíceis #outboundhiring #boletimupbeatmdc #upbeatconsulting #energiasalternativas #vamoscomtudo #agronegocios


Upbeat Consulting | Headhunting, Vagas Difíceis

Performance em transições de carreira, de informação e de negócios.