Últimas Notícias | 24 de fevereiro de 2021

Ano 14, Edição 010.


"Você nunca achará o arco-íris, se você estiver olhando para baixo."

(Charles Chaplin)


Leia agora em nosso boletim:


ESG no topo do ranking de prioridades do mercado

SoftBank planeja investir bilhões em biotecnologia e saúde

Elon Musk perde posto de mais rico do mundo

Japão diz que soja OGM não afeta a biodiversidade



ESG no topo do ranking de prioridades do mercado

Um levantamento feito pelo Google Trends aponta que o termo de pesquisa "ESG", sigla em inglês para Ambiental, Social e Governança Corporativa, nunca foi tão popular quanto na atualidade. Segundo a análise, em comparação com o início de março de 2020, o número de consultas ao termo dobrou em janeiro este ano. O estudo comprova uma realidade cada vez mais presente no cotidiano corporativo: empresas com propósitos sociais e práticas de gestão sustentáveis atraem investimentos mais responsáveis e geram o que os especialistas chamam agora de ‘economia positiva’. "A economia positiva oferece uma forma de suportar e capturar as oportunidades econômicas nos negócios sustentáveis. Mais de 12 bilhões de dólares de oportunidades de mercado podem ser gerados todos os anos a partir do final desta década como resultado do alinhamento dos governos e empresas com objetivos de sustentabilidade", destaca Béryl Bouvier, da global OFI Asset Management, em entrevista ao portal de investimentos FundsPeople.




Pandemia, ESG e investimentos - Na análise, a especialista da OFI destaca que este é um cenário que já vinha se desenhando nos últimos anos, mas foi com a pandemia que os conceitos de ESG ajudaram a canalizar investimentos e impulsionaram performances no mercado. "O que o COVID mostrou é que a qualidade de uma empresa é maior quanto mais agregada de fatores ESG. Uma boa empresa é uma empresa que gera bom negócio baseada em boas práticas. Vimos como a pandemia trouxe para cima da mesa a questão social e do capital humano. O propósito de uma empresa é cada vez mais importante e os investidores estão atentos ao papel que elas desempenham na relação com todos os stakeholders, com os colaboradores, com os fornecedores, com o estado", comenta.


Desenvolvimento econômico mais sustentável e perenidade dos negócios - Diante dessa tendência global de negócios com impactos positivos e boas práticas de gestão, empresas seguem dando significado a seus negócios e estruturando atividades sobre aspectos da diversidade no ambiente de trabalho, eficiência no uso de recursos, controles de risco, para contribuir com a tomada de decisão dos investidores. Trazendo este cenário para o Brasil, é possível encontrar empresas que já nasceram com os conceitos de ESG no DNA, como o Grupo Sabin.


Grupo Sabin - Há 36 anos atuando no mercado brasileiro, a empresa investe em um desenvolvimento econômico mais sustentável e pratica valores fundamentais que garantam avanços e atividades com os menores impactos ambientais. Referência em medicina diagnóstica, a empresa é uma das protagonistas na missão de engajar uma cultura organizacional voltada ao pensar de forma sustentável para impactar positivamente a vida das comunidades. Com propósitos e valores autênticos, a empresa investe continuamente para que essas práticas permeiem sua estrutura organizacional, seus processos de gestão e inspirem marcas e sociedade. "No Grupo Sabin, incentivamos melhores práticas em cada detalhe para oferecer serviços de saúde com excelência, considerando aspectos ambiental, social e econômico-financeiro inspirados pela filosofia empresarial, que nos permitiu crescer ano a ano e implantar um modelo de governança corporativa, em 2013, um dos marcos na nossa história", destaca a Presidente Executiva do Grupo Sabin, Lídia Abdalla. (Portal Saúde Business)


SoftBank planeja investir bilhões em biotecnologia e saúde

O SoftBank Group planeja expandir investimentos no setor de biotecnologia e saúde, abrindo uma nova frente em sua estratégia de gestão de ativos, segundo pessoas a par do assunto. O SoftBank já fez uma série de investimentos no setor, incluindo uma participação de 312 milhões de dólares na Pacific Biosciences of California, uma empresa americana de sequenciamento de DNA cujo preço da ação multiplicou quase por 9 no ano passado. A empresa japonesa agora planeja gastar bilhões investindo em empresas listadas de biotecnologia, disseram as pessoas, que pediram anonimato. Os investimentos são realizados pela SB Northstar, braço de gestão de ativos do SoftBank, a unidade por trás de uma série de posições controversas de derivativos em grandes empresas de tecnologia. O Índice de Biotecnologia da Nasdaq, um termômetro do setor, subiu 37% no último ano, mais que o dobro do retorno do S&P 500.


O boom no valor das ações do Softbank - Analistas e investidores especulam como o fundador Masayoshi Son vai gastar mais de 80 bilhões de dólares em ativos, depois que o presidente do SoftBank revelou planos no ano passado de vender 4,5 trilhões de ienes (43 bilhões de dólares) em ativos e recomprar 2,5 trilhões de ienes de suas próprias ações. Os papéis do SoftBank subiram desde então, atingindo o nível mais alto desde que a empresa abriu capital em 1994, e ultrapassando o recorde há duas décadas, quando um boom de empresas de tecnologia ajudou a impulsionar o portfólio do SoftBank. (Portal Exame.com, com informações da agência de notícias Bloomberg)


Elon Musk perde posto de mais rico do mundo

O executivo-chefe da Tesla, Elon Musk, perdeu o posto de homem mais rico do mundo após as ações de sua empresa Tesla, fabricante de carros elétricos, desabarem mais de 20%, em meio aos desdobramentos de um investimento de US$ 1,5 bilhão na criptomoeda Bitcoin. O investimento, no início de fevereiro, fez o valor da Bitcoin bater recordes, o que gerou duras críticas a Musk, uma vez que a geração da criptomoeda utiliza uma enorme quantidade de energia. No entanto, depois de alcançar o valor de US$ 57 mil no domingo passado, 21 de fevereiro, a Bitcoin caiu 20% e estava sendo negociada ontem a menos de US$ 48 mil. Embora o valor ainda esteja alto, o risco associado com a volatilidade da criptomoeda pode ter feito investidores decidirem vender suas ações da Tesla, aponta o analista Dan Ives, da consultoria Wedbush Securities. "O fato de Musk e Tesla abraçarem agressivamente a Bitcoin pode ter feito os investidores verem a Tela e a Bitcoin como conectadas entre si", avalia. Em uma troca de mensagens via Twitter no fim de semana, Musk escreveu que o preço da criptomoeda "de fato parece alto, risos". Além disso, a secretária do Tesouro americano, Janet Yellen, afirmou na segunda-feira, 22, que a Bitcoin é "um jeito muito ineficiente de conduzir transações".


Os desafios de Musk com a Tesla - Com a queda de ações da Tesla no meio desse imbróglio, o valor estimado da fortuna de Musk caiu US$ 15,2 bilhões, fazendo com que ele descesse um posto na lista de bilionários - agora atrás de Jeff Bezos, com quem Musk alternava na "liderança" em janeiro. Além dos questionamentos à Bitcoin, a Tesla enfrenta outros desafios que impactam em seu valor de mercado. A empresa recentemente suspendeu a maior parte das vendas de seu modelo econômico Y SUV, diante do desejo de Musk de melhorar o alcance do carro. No início do mês, reguladores chineses questionaram a Tesla quanto a questões de segurança e qualidade do modelo, a partir de relatos de incêndios em baterias e uma aceleração anormal. (Portal BBC News Brasil)


Japão diz que soja OGM não afeta a biodiversidade

O governo japonês não encontrou sinais de que as safras de soja e colza geneticamente modificadas tenham qualquer impacto sobre a biodiversidade circundante durante os 15 anos de crescimento natural, reforçando ainda mais sua defesa de mais aprovações de safras transgênicas no país. "Desde 2006, temos investigado o crescimento de sementes transgênicas de soja e canola, e a presença ou ausência de cruzamentos com suas espécies relacionadas na área circundante onde crescem", disse o MAFF - Ministério da Agricultura, Florestas e Pescas do Japão em um comunicado formal. “No último levantamento realizado em 2020, os resultados não mostram uma situação significativa em que genes recombinantes de plantas transgênicas de canola ou soja se espalharam para espécies próximas a elas, ou levaram a uma expansão”, completou.


As conclusões do MAFF japonês - Para a soja, a equipe de pesquisa do MAFF conduziu sua pesquisa em locais que continham soja OGM e soja selvagem, consideradas "espécies estreitamente relacionadas que podem ser cruzadas com soja OGM". A pesquisa cobriu um raio de aproximadamente 5 km das áreas de soja transgênica e as folhas das plantas foram usadas para análise. “Foi realizada uma análise de genes de resistência a herbicidas e genes de resistência a pragas que estão presentes na soja transgênica. Não foram observados cruzamentos entre a soja transgênica e a soja selvagem, ou entre a soja transgênica com diferentes resistências", disse o MAFF. “No caso da canola-rap, observamos cerca de 19% dos casos nesta pesquisa em que a canola transgênica espalhou o gene recombinante para outras espécies transgênicas com genes diferentes ou espécies não transgênicas estreitamente relacionadas, mas conforme avaliado no cruzamento, a taxa foi considerada como não tendo um impacto significativo na biodiversidade“, concluiu o MAFF japonês. (Portal AGROLINK)


Upbeat Consulting | Upbeat MDC Consultoria Empresarial Ltda


Integrar disciplinas executando transições eficazes traz a vitória, no triathlon e nos negócios. Desenvolvemos soluções estratégicas que combinam capital humano, marketing e vendas. Maximizamos performance e proporcionamos resultados campeões para nossos clientes junto aos seus colaboradores, consumidores e acionistas atuando na gestão integrada de soluções em transições de carreira, de informação e de negócios.


Upbeat Consulting

Performance em transições de carreira, de informação e de negócios.

+55 11 5199 2919 | www.upbeatconsulting.net


Vamos com tudo!


Rodrigo N. Ferraz | rodrigo@upbeatconsulting.com.br

Ruben D.F. Ferraz | r.ferraz@upbeatconsulting.com.br


Tags: #serviços #tecnologia #alimentos #varejo #aconselhamentoparaqualquermomentodecarreira #vagasdifíceis #headhuntingvagasdifíceis #outboundhiring #boletimupbeatmdc #upbeatconsulting #energiasalternativas #vamoscomtudo #agronegocios #marketingparamarcasempregadoras