Últimas Notícias | 18 de novembro de 2020


Headhunter sp, Headhunting brasil, Executive Search, Consultoria Empresarial, Gerenciamento de Carreira, Aconselhamento Profissional SP, M&A Brazil, SEO

"Os covardes morrem muitas vezes antes de sua verdadeira morte.

Os valentes provam a morte só uma vez."

(Willian Shakespeare)

Como nosso cérebro processa o medo

Quando uma criatura assustadora lhe faz dar um salto para trás, seu cérebro pode ativar seus circuitos de processamento do medo, fazendo seu coração disparar para ajudá-lo a escapar da ameaça. Em circunstâncias mais ameaçadoras, a resposta do cérebro ao medo pode ser crítica para a sobrevivência. "Ser capaz de temer é a capacidade de sentir o perigo e é a força motriz para descobrir uma maneira de escapar ou revidar," detalha o professor Bo Li, do Laboratório Cold Spring Harbor, dos EUA. Mas é também função dos circuitos de processamento do medo do cérebro ajudá-lo a aprender com a experiência a reconhecer quais situações são realmente perigosas e a responder apropriadamente. Ao mapear conexões críticas nessa área do cérebro, a equipe do professor Li descobriu como componentes específicos contribuem para aprender a lidar com o medo. Eles descobriram uma ligação entre o aprendizado do medo e um sistema de controle do movimento, o que pode ser usado para desenvolver melhores tratamentos para pessoas que sofrem de transtornos de ansiedade.


As amígdalas, os sistemas cerebrais, o medo, e o pulo para trás - A maioria dos estudos envolvendo o medo começam pela amígdala, uma estrutura em forma de amêndoa que é considerada o centro do processamento do medo no cérebro. Embora os cientistas por muito tempo pensassem que a amígdala era dedicada exclusivamente ao processamento do medo, os pesquisadores agora estão ampliando sua compreensão de seu papel. A equipe descobriu que a amígdala também é importante para o aprendizado baseado em recompensas e, à medida que seguiram suas conexões por outras partes do cérebro, descobriram que podem haver complexidades adicionais. A principal delas é que o processamento do medo não ficou restrito a essa glândula, espalhando-se pelo globus pallidus, uma área do cérebro que regula os movimentos. Isso garante que o medo resultará no adequado "pulo para trás" que lhe prepara para fugir do perigo e defender-se. "A amígdala é importante para a formação da memória do medo, mas também é importante para interagir com outros sistemas cerebrais em um contexto de comportamento diferente. Achamos que este circuito que descobrimos, que desempenha um papel na regulação da memória do medo, é apenas a ponta do iceberg. Na verdade, ele é importante para regular a memória do medo, mas provavelmente também está envolvido em um comportamento mais complexo," disse Li.


(Texto extraído do artigo científico “A central amygdala-globus pallidus circuit conveys unconditioned stimulus-related information and controls fear learning” dos autores: Jacqueline Giovanniello, Kai Yu, Alessandro Furlan, Gregory Thomas Nachtrab, Radhashree Sharma, Xiaoke Chen, Bo Li, publicado no Journal of Neuroscience)


Fusões e Aquisições crescem 53% no terceiro trimestre

Segundo levantamento realizado pela KPMG, o número de fusões e aquisições de empresas no Brasil, realizadas entre julho e setembro deste ano, cresceu em 53% comparado com o segundo trimestre, um salto de 228 transações para 348, a melhor parcial deste ano. Se comparada com os primeiros três meses de 2020, também existe um aumento de 22%, quando ocorreram 286 operações. No acumulado deste ano foram realizadas 862 fusões e aquisições, uma leve queda de 1,9% comparado com o mesmo período de 2019, quando foram registradas 879 negociações. No comparativo do terceiro trimestre de ano com o mesmo período do ano passado, a pesquisa mostra um leve aumento de 4%, quando aconteceram 348 e 336 operações respectivamente; confrontando com o mesmo período de 2017 houve um crescimento de 75% (199 transações), e de 2018 com aumento 32% (263 operações).


Apesar da pandemia - “Apesar do impacto da pandemia nos negócios, o número de transações realizadas surpreendeu e registrou um aumento. Os indicadores são fortemente suportados pelos setores de empresas de internet e tecnologia da informação que anteciparam uma série de movimentos que deveriam ser realizados em um prazo mais longo e que devido à transformação digital imposta pela pandemia foram fortemente disputados por investidores estratégicos e fundos de venture capital.”, explica o sócio-líder de fusões e aquisições da KPMG no Brasil, Luis Motta. O levantamento mostrou ainda que o terceiro trimestre (348) deste ano foi o segundo melhor desde quando a pesquisa KPMG foi iniciada em 1999. Esse período ficou atrás apenas do quarto trimestre do ano passado, quando ocorreu o recorde de transações com 352 negócios concretizados.


Empresas de internet lideram o ranking - O levantamento também aponta como cada setor da indústria brasileira se comportou no terceiro trimestre. Em destaque, aparecem as empresas de internet com 116 operações no período. Em seguida, estão os segmentos de tecnologia da informação com 57 transações, instituições financeiras com 25 negociações, companhias de energia com 19 operações e serviços para empresas com 16 transações. Com relação aos tipos de operações realizadas no terceiro trimestre, do total de 348, o número de transações domésticas foi de 239, CB1 foram 86; CB2 somaram 16; CB3 e CB4 concretizaram três negociações cada; e uma transação de CB5. (Blogspot Fusões & Aquisições)


{CB1: Empresa de capital majoritário estrangeiro adquirindo, de brasileiros, capital de empresa estabelecida no Brasil; CB2: Empresa de capital majoritário brasileiro adquirindo, de estrangeiros, capital de empresa estabelecida no exterior; CB3: Empresa de capital majoritário brasileiro adquirindo, de estrangeiros, capital de empresa estabelecida no Brasil. CB4: Empresa de capital majoritário estrangeiro adquirindo, de estrangeiros, capital de empresa estabelecida no Brasil; CB5: Empresa de capital majoritário estrangeiro adquirindo, de brasileiros, capital de empresa estabelecida no exterior. (Agência IN)}


NotreDame Intermédica tem dez alvos para aquisições

Apesar das 12 aquisições já promovidas neste ano, a NotreDame Intermédica tem ainda no radar outros dez ativos, sendo que alguns deles estão em negociações avançadas, segundo Irlau Machado, presidente da operadora de planos de saúde, que realizou teleconferência para analistas e investidores na terça-feira, 17, sobre os resultados do terceiro trimestre. Neste ano, as aquisições incluem 1 milhão de usuários de planos de saúde e dental, além de 859 leitos hospitalares para a rede verticalizada do grupo.. (Jornal Valor Econômico)


Sistema automaticamente bloqueia CNH de devedor

Juízes ganham rapidez para determinar bloqueio da CNH - Carteira Nacional de Habilitação de devedores de tributos e taxas sobre veículos. O sistema eletrônico de restrição judicial de veículos, o Renajud, foi integrado ao processo judicial eletrônico e passou a prever essa possibilidade. Até então, os pedidos tinham que ser feitos por meio de ofícios em papel ao DENATRAN - Departamento Nacional de Trânsito. A novidade faz parte de acordo de cooperação técnica para o aprimoramento do Renajud firmado entre o Ministério da Justiça e Segurança Pública, o Ministério da Infraestrutura e o CNJ - Conselho Nacional de Justiça. Além dessa medida, será possível ainda aos juízes, por meio do sistema, indicar veículos a leilão e determinar a desvinculação de débitos de IPVA, multas e taxas, assegurando a rápida transferência dos bens a novos proprietários.


Supremo vai analisar a medida - Prevista para entrar em vigor em janeiro de 2021, a novidade vai proporcionar maior efetividade às execuções, segundo advogados. O veículo poderá ser vendido sem nenhuma pendência. Havia uma forte resistência à medida por medo de perda da garantia, explica o diretor-geral do DENATRAN, Frederico de Moura Carneiro. “Tudo estará atrelado ao CPF ou CNPJ do devedor. O veículo terá uma identidade nova. A medida reduzirá o número de veículos em pátios pelo país afora”, diz Carneiro. Ele acrescenta que está em estudo a criação de um novo código, por não haver possibilidade de alteração no RENAVAM - Registro Nacional de Veículos Automotores, para deixar o veículo “sem passado”. Hoje, segundo Ana Paula de Carvalho Faro, assessora jurídica da Faro Leilões, um veículo é levado a leilão com esses débitos e, em certas situações, só depois da venda é solicitada ao juiz a desvinculação. “Essa medida vai viabilizar e muito a compra de veículo em leilão”, afirma ela, acrescentando que existe, porém, um gargalo no sistema, referente a mais de uma restrição sobre um mesmo bem. Até então, o sistema só possibilitava a efetivação de ordens judiciais de restrição de veículos. Com a inclusão das carteiras de habilitação no Renajud, fecha-se ainda mais o cerco aos devedores. A medida, porém, é polêmica e está para ser analisada pelo Supremo Tribunal Federal. (Blog Televendas & Cobrança, com informações do jornal Valor Econômico)


Economia do Chile encolhe 9,1% no 3º trimestre

O Produto Interno Bruto do Chile contraiu 9,1% no terceiro trimestre de 2020 em comparação com o mesmo período do ano anterior, disse o banco central chileno nesta quarta-feira, 18, conforme a economia continua a sofrer com meses de estagnação provocada pelo coronavírus. Entretanto o PIB cresceu 5,2% ante o segundo trimestre, disse o banco central chileno, mostrando sinais de uma lenta recuperação. A economia do maior produtor de cobre do mundo começou a mostrar retomada após o pico do surto de coronavírus em maio e junho. O crescimento no Chile também recebeu impulso da aprovação de uma lei em julho que permitiu que milhões de chilenos retirassem 10% de suas aposentadorias junto ao sistema privado de previdência. Muito desse dinheiro foi imediatamente reinjetado na economia. (Agência de notícias REUTERS)


Grupo de grãos e fibras compra plataforma agro

O Grupo Atto, de Rondonópolis, MT, e a SLC Agrícola, um dos maiores produtores mundiais de grãos e fibras, assinaram acordo que prevê a compra de até 10% da sociedade a ser constituída com a integralização do PlantUP, plataforma de informações agrícolas lançada no ano passado pela empresa mato-grossense. Conforme o acordo a SLC poderá exercer a opção de compra, em até 5 anos a contar da data da assinatura em 11 de novembro, colaborando com a plataforma durante esse período do acordo. A plataforma fornece informações para a tomada de decisão do produtor e é considerada estratégica, permitindo utilizar informações acumuladas de mais de 10 milhões de hectares, em 21 estados brasileiros e no Paraguai, sendo decisiva para realização do acordo entre as empresas. Vale destacar que o acordo celebrado com a SLC se refere exclusivamente à aquisição de participação acionária, ou seja, um relacionamento de investidor, sendo que o acordo de permissão firmado entre a plataforma e o agricultor segue a confidencialidade das informações inseridas.


PlantUp e IA - Odilio Balbinotti Filho, CEO do Grupo Atto informa que no o próximo ano pretende colocar no mercado uma versão do PlantUP com prescrições a partir de inteligência artificial e disse que “Isto é só o começo de uma grande revolução na agricultura brasileira, através do melhor uso das informações geradas no campo”. (Portal AGROLINK - Eliza Maliszewski)


Upbeat Consulting | Upbeat MDC Consultoria Empresarial Ltda


Integrar disciplinas executando transições eficazes traz a vitória, no triathlon e nos negócios. Além de headhunting para vagas difíceis, desenvolvemos soluções estratégicas integrando capital humano, marketing e vendas. Maximizamos a performance e proporcionamos resultados campeões para os nossos clientes junto aos seus colaboradores, consumidores e acionistas em transições de carreira, de informação e de negócios.


Upbeat Consulting

Performance em transições de carreira, de informação e de negócios.

+55 11 5199 2919 | www.upbeatconsulting.net


Vamos com tudo!


Rodrigo N. Ferraz | rodrigo@upbeatconsulting.com.br

Ruben D.F. Ferraz | r.ferraz@upbeatconsulting.com.br



Tags: #serviços #tecnologia #alimentos #varejo #aconselhamentoparaqualquermomentodecarreira #vagasdifíceis #headhuntingvagasdifíceis #outboundhiring #boletimupbeatmdc #upbeatconsulting #energiasalternativas #vamoscomtudo #agronegocios


Upbeat Consulting | Headhunting, Vagas Difíceis

Performance em transições de carreira, de informação e de negócios.