Últimas Notícias | Ano 12 | Edição 068


Headhunter sp, Headhunting brasil, Executive Search, Consultoria Empresarial, Gerenciamento de Carreira, Aconselhamento Profissional SP, M&A Brazil, SEO

BC corta juros para 5% ao ano, menor nível histórico. Essa e outras notícias?


Leia em nosso boletim: www.upbeatconsulting.net/blog

"De tudo o que a catedral possuía, o que mais o tornava feliz eram os sinos. Acariciava-os, amava-os, falava-lhes e compreendia-os. Tinha ternura por todos eles, embora tivessem tirado sua audição.(Victor Hugo)



BC corta juros para 5% ao ano, menor nível histórico

O Copom - Comitê de Política Monetária do Banco Central decidiu cortar a taxa básica de juros (Selic) em 0,5 ponto percentual, de 5,5% para 5% ao ano, em decisão unânime. Com isso, a Selic atinge uma nova mínima histórica desde 1996, quando o Copom foi criado. Foi o terceiro corte seguido de 0,5 ponto, e veio dentro do esperado pela grande maioria dos analistas de mercado. Em seu comunicado, o Comitê indicou que deverá fazer novo corte de igual tamanho em sua próxima reunião, a última reunião deste ano, em 10 e 11 de dezembro. Com isso a taxa de juros esperada para o final do ano será de 4,5%.


Os cortes da Selic - Em outubro de 2016, o BC deu início a uma sequência 12 cortes na Selic. Neste período, a taxa de juros caiu de 14,25% ao ano para 6,5% ano. De maio de 2018 até junho de 2019, a taxa foi mantida no mesmo patamar. Foram dez encontros do Copom sem mudanças na Selic. No final de julho, o Copom reduziu a Selic em 0,5 ponto percentual, para 6% ao ano. Em setembro, a Selic foi reduzida novamente em 0,5 ponto percentual.


Os juros ao consumidor são muito mais altos - A Selic é a taxa básica da economia e serve de referência para outras taxas de juros, como nos financiamentos, e para remunerar investimentos corrigidos por ela. A Selic não representa exatamente os juros cobrados dos consumidores, que são muito mais altos. Segundo os últimos dados divulgados pelo BC, a taxa de juros média do cheque especial, por exemplo, foi de 307,6% ao ano em setembro.


Poupança rende menos - Desde setembro de 2017, a poupança passou a render menos devido a uma regra criada em 2012. Quando a Selic está acima de 8,5% ao ano, a rentabilidade da poupança é de 6,17% ao ano (0,5% ao mês) mais TR (Taxa Referencial). Porém, quando a Selic é igual ou menor que 8,5%, a poupança passa a render 70% da Selic mais TR. Juros x inflação Os juros são usados pelo BC como uma ferramenta para tentar controlar a inflação. De modo geral, quando a inflação está alta, o BC sobe os juros para reduzir o consumo e forçar os preços a cair. Quando a inflação está baixa, o BC derruba os juros para estimular o consumo. A meta é manter a inflação em 4,25% este ano, mas há uma tolerância de 1,5 ponto para cima e para baixo, ou seja, pode variar entre 2,75% e 5,75%. Em setembro, a inflação acumulada em 12 meses foi de 2,89%, dentro da meta do governo. (Portal UOL de notícias sobre economia)


Implantes auditivos flexíveis de última geração restabelecem a audição

A mais recente novidade no campo dos implantes auditivos, com eletrodos adaptáveis e flexíveis, promete a reconquista da audição por pessoas com ouvido interno disfuncional. O novo dispositivo está sendo desenvolvido para substituir alguns tipos de implantes auditivos atuais, que apresentam várias deficiências. Boa parte dos quase meio milhão de pessoas em todo o mundo que sofrem de deficiência auditiva grave dependem dos implantes cocleares e vários outros tipos. No entanto, esses aparelhos não ajudam pessoas cujo ouvido interno está danificado ou cujo nervo auditivo não funciona adequadamente. Para que esses pacientes recuperem seu senso auditivo, os sinais elétricos devem ser enviados diretamente ao tronco cerebral auditivo. As neuropróteses usadas para esta finalidade são conhecidas como implante auditivo de tronco cerebral, ou ABI - Auditory Brainstem Implant, em inglês.


Os novos ABIs - Os resultados dos atuais ABIs são variados e, em muitos casos, os pacientes recuperam apenas a percepção sonora. Além disso, os ABIs clínicos são rígidos e não se ajustam exatamente à curvatura do tronco cerebral auditivo. Para resolver esses problemas, a equipe da professora Stéphanie Lacour, da Escola Politécnica Federal de Lausanne, na Suíça, desenvolveu uma interface eletrônica flexível. O implante altamente elástico conforma-se perfeitamente à superfície curva do tronco cerebral auditivo, o que lhe permite enviar sinais elétricos altamente direcionados. O aparelho já havia sido testado com sucesso em camundongos, e agora foi fabricado em um tamanho adequado para uso humano, e em uma forma compatível com as técnicas cirúrgicas atuais - o implante possui uma área de superfície de apenas 0,25 mm2. O novo implante consiste em uma matriz conformável de eletrodos de platina envoltos em silicone. "Focamos na platina porque ela já é amplamente utilizada em ambientes clínicos," contou o pesquisador Nicolas Vachicouras.


Viva o kirigami dos japoneses - Infelizmente, a platina é um metal rígido, que não se dobra sem ser danificado. Os pesquisadores superaram também esse obstáculo aplicando a tradicional técnica japonesa de corte de papel, chamada kirigami, gravando um padrão em forma de Y em segmentos de plástico metalizado. Em seguida, eles usinaram o metal na escala de micrômetros, cuja unidade equivale a um milésimo de milímetro, usando técnicas da microfabricação de circuitos integrados. O resultado é um implante de eletrodo altamente condutor e moldável.


Outras aplicações - Antes mesmo de iniciar os testes clínicos, os pesquisadores já estão de olho em outras aplicações. "As propriedades do nosso dispositivo seriam valiosas para todos os tipos de neuropróteses implantáveis," disse a professora Lacour, "como aquelas usadas para estimular ou registrar a atividade neural na coluna vertebral, cérebro ou mesmo em nervos periféricos". (Diário da Saúde)


Grupo Fleury compra Centro de Patologia Clínica

O Grupo Fleury adquiriu o CPC - Centro de Patologia Clínica, laboratório especializado em exames de análises clínicas, com 7 unidades na Região Metropolitana de Natal, capital do Rio Grande do Norte. No ano passado, o Fleury adquiriu o Instituto de Radiologia de Natal, focado em diagnósticos de imagem, por R$ 90,5 milhões. O Fleury adquiriu o CPC para integrá-lo ao seu outro negócio, que também está localizado na capital do Rio Grande do Norte. No ano passado, a companhia adquiriu o IRN - Instituto de Radiologia de Natal, focado em diagnósticos de imagem, por R$ 90,5 milhões. O CPC foi vendido por R$ 12 milhões. Essa aquisição permitirá ao Grupo Fleury reforçar sua estratégia de crescimento e fortalecer ainda mais sua presença no mercado da Região Metropolitana de Natal, passando a oferecer um portfólio completo, incluindo os serviços diagnósticos de análises clínicas aos serviços de diagnóstico por imagem já presentes na marca IRN. (Jornal Valor Econômico)


Milho representará 20% da oferta de etanol em 2028

A fatia da produção de etanol de milho na oferta total do biocombustível do País, entre 4% e 5% atualmente, deve chegar a 8% em 2020 e atingir até 20% em 2028, segundo estimativas de representantes do setor presentes na 19ª Conferência Internacional Datagro. Segundo Guilherme Nolasco, presidente da UNEM - União Nacional do Etanol de Milho, Mato Grosso deve se consolidar como o maior produtor brasileiro de biocombustível a partir desse grão. O avanço acompanhará o aumento da produção do cereal, de 31 milhões de toneladas na última safra, para 52,2 milhões de toneladas em 2028. "Acreditamos que o milho será a maior cultura de grãos em Mato Grosso com a produção deve ser crescente nos próximos anos", disse.

A produção de etanol de Mato Grosso - Mato Grosso tem 12 usinas produtoras de etanol, sete exclusivamente de cana, três que usam cana e milho e duas apenas de milho. Segundo Silvio Pereira Rangel, presidente do Sindalcool/MT - Sindicato das Indústrias Sucroalcooleiras do Estado de Mato Grosso, cinco novas usinas exclusivas de milho serão inauguradas até 2021 e unidades de grupos tradicionais de cana, como a Barrálcool e a Itamarati devem ser transformadas para processar também o grão. (Portal AGROLINK)


Upbeat Consulting | Upbeat MDC Consultoria Empresarial Ltda.


Integrar esforços e executar transições eficientes entre disciplinas maximizando a performance é o que leva à vitória, tanto no triathlon como nos negócios. Atuamos estratégica e taticamente com foco em capital humano, marketing e vendas. Desenvolvemos soluções integradas que potencializam performance aos nossos clientes em transições de carreira, de informação e de negócios trazendo resultados campeões junto aos seus colaboradores, consumidores e acionistas.


Rodrigo N. Ferraz | rodrigo@upbeatconsulting.com.br | 5511 4200 8327

Ruben D.F. Ferraz | r.ferraz@upbeatconsulting.com.br | 5511 4192 3929





Upbeat Consulting | Headhunting, Vagas Difíceis

Performance em transições de carreira, de informação e de negócios.