Últimas Notícias | Ano 13 | Edição 001


Headhunter sp, Headhunting brasil, Executive Search, Consultoria Empresarial, Gerenciamento de Carreira, Aconselhamento Profissional SP, M&A Brazil, SEO

Viver mais feliz em 2020 e nos anos vindouros? Permaneça conectado. Essa e outras notícias? Confira agora em nosso boletim!

"Quando a alma está feliz, a prosperidade cresce, a saúde melhora, as amizades aumentam e o mundo fica de bem com você. O mundo exterior reflete o universo interior." (Mahatma Gandhi)


Saúde e Felicidade

Feliz Ano Novo? Que tal felizes todos os anos vindouros? Talvez você já esteja de olho no Carnaval, e nem se lembre mais das suas resoluções de Ano Novo. Se você já se esqueceu mesmo, saiba que uma das resoluções mais populares todos os anos é encher nossas vidas de felicidade. Como a maioria das pessoas se esquece mesmo de suas auto promessas para o Ano Novo, esta foi uma das preocupações quando, em 1938, psicólogos da Universidade Harvard, nos EUA, começaram a rastrear a saúde física e emocional de 268 estudantes. O Presidente John Kennedy foi um dos participantes originais, quando a universidade sequer aceitava mulheres. O estudo continua até hoje e cresceu ao longo dos anos, incluindo hoje 1.300 filhos dos participantes originais, e muitas mulheres, é claro. Os pesquisadores acumularam uma grande quantidade de dados sobre a saúde física e mental, além de examinar as vidas em geral dos voluntários, incluindo sucessos e fracassos na carreira e no casamento.


O segredo para a felicidade - Você quer saber a lição geral para quem quer viver uma vida mais feliz, seja em 2020 e em todos os anos vindouros? A recomendação é "Permaneça conectado". "A descoberta surpreendente é que nossos relacionamentos e quão felizes estamos em nossos relacionamentos têm uma poderosa influência sobre nossa saúde," explicou o diretor do estudo, Robert Waldinger, professor de psiquiatria da Escola de Medicina de Harvard. "Cuidar do seu corpo é importante, mas cuidar dos seus relacionamentos também é uma forma de autocuidado. Essa, penso eu, é a revelação." "Quando reunimos tudo o que sabíamos sobre eles aos 50 anos, não eram os níveis de colesterol na meia-idade que previam como eles envelheceriam," detalhou o professor Waldinger. "Foi o quão satisfeitos eles estavam em seus relacionamentos. As pessoas que estavam mais satisfeitas em seus relacionamentos aos 50 anos eram as mais saudáveis aos 80 anos".


O envelhecimento como um processo contínuo - Os participantes que cuidaram dos seus relacionamentos viveram mais e mais felizes, enquanto aqueles que escolheram um caminho mais solitário frequentemente morreram mais cedo. "A solidão mata", disse o professor Waldinger. "Ela é tão poderosa quanto fumar ou o alcoolismo." "Os bons relacionamentos não apenas protegem nossos corpos; eles protegem nossos cérebros," continuou o professor Waldinger. "E esses bons relacionamentos não precisam ser tranquilos o tempo todo. Alguns de nossos casais octogenários podiam brigar um com o outro dia após dia, mas desde que sentissem que poderiam realmente contar com o outro quando as coisas ficavam difíceis, essas brigas não cobraram um preço em suas memórias mais tarde." E o envelhecimento não começa tarde na vida, mas muito cedo, de forma que as pessoas devem cuidar de si mesmas ao longo da vida toda.


Cuidar de seu corpo para viver 100 anos - "O envelhecimento é um processo contínuo," disse o professor Waldinger. "Você pode ver como as pessoas podem começar a divergir em sua trajetória de saúde na faixa dos 30 anos, de forma que, cuidando bem de si mesmo no início da vida, você pode se preparar para um melhor caminho para o envelhecimento. O melhor conselho que posso dar é 'Cuide do seu corpo como se você fosse precisar dele por 100 anos, porque você poderá precisar'." (Portal Diário da Saúde)


Fatores e tendências que definirão o mercado consumidor nos próximos 10 anos

Se você parar para pensar em como a forma de consumir mudou nos últimos 10 anos, vai perceber que houve uma grande revolução. E o que esperar dos próximos 10 anos? A consultoria Mintel lançou o relatório Global Consumer Trends 2030, com 7 fatores que irão impactar mercados, marcas e consumidores na próxima década. De acordo com o relatório, os 7 fatores que vão impulsionar a decisão de compra do consumir nos próximos dez anos são bem-estar, ambiente, tecnologia, direitos, identidade, utilidade e experiências. Veja abaixo como cada um desses fatores vai influenciar o mercado consumidor nos próximos 10 anos:


BEM-ESTAR

De acordo com o relatório, o bem-estar não é mais simplesmente cuidar de si em termos gerais. As pessoas estão se familiarizando e questionando produtos que prometem soluções rápidas. Ao mesmo tempo, há uma demanda crescente por produtos que melhoram a vida de fato, em vez de simplesmente fazer mudanças superficiais. Segundo o relatório, as barreiras para falar e entender o bem-estar emocional e mental estão sendo derrubadas e, nos próximos 10 anos, haverá oportunidades para as marcas se tornarem parceiras de bem-estar dos clientes. Três tendências relacionadas ao bem-estar para 2030 - O consumo de carne vermelha deixa de ser mainstream, passa a ser item de luxo e vira tabu até o fim da década; o desenvolvimento de micro robôs na corrente sanguínea para combater de forma proativa e preventiva as doenças; a posse de veículos diminui conforme a disputa por espaço físico e o impacto ambiental da poluição do ar se tornam uma prioridade.


AMBIENTE

Com o aumento populacional, haverá necessidade de maximizar espaços e encontrar novas maneiras de compartilhar recursos. Com cidades cada vez mais populosas, o custo imobiliário irá crescer e as residências precisarão ficar ainda menores. Por outro lado, com a tecnologia de telecomunicação melhor e mais acessível, haverá condições de trabalho flexíveis, permitindo que os consumidores se tornem nômades digitais. Nos próximos 10 anos, as tensões sociais aumentarão com a intensificação da competição por recursos. Segundo a pesquisa, haverá maior pressão sobre as cidades para continuarem a se expandir, invadindo as áreas rurais restantes e aumentando o custo de produção de alimentos, tornando os produtos básicos ainda mais caros para a maioria das pessoas. Três tendências relacionadas ao ambiente para 2030 - A ética política, social, científica e econômica irá direcionar a inovação, enquanto as pessoas aprendem a lidar com uma nova realidade climática; o surgimento de casas modulares e micro-casas disponíveis para compra ou aluguel flexível; a criação de políticas universais de trabalho remoto e a explosão dos regimes de trabalho temporário ou freelancer.


TECNOLOGIA

A tecnologia será cada vez mais onipresente em nossas vidas. Com a expectativa de que o 5G conecte 125 bilhões de dispositivos até 2030 (são 11 bilhões em 2019), a tecnologia móvel irá transformar o modo em que vivenciamos o trabalho, o aprendizado e o lazer. De acordo com o relatório, elementos de realidade virtual e realidade aumentada (VR / AR) irão revolucionar indústrias, como turismo e entretenimento, enquanto os e-sports rivalizam em popularidade com os esportes físicos tradicionais. Por outro lado, o relatório indica que os consumidores irão se opor a lojas totalmente automatizadas, exigindo maior interação humana. Três tendências relacionadas à tecnologia para 2030 - Impulsionados pelo 5G, e-sports superam os esportes físicos em popularidade; viajar via realidade virtual será a forma mais popular de turismo; plantações urbanas e micro-fazendas locais produzem a maioria da comida consumida pelas pessoas.


DIREITOS

A “cultura do cancelamento” continua crescendo conforme os consumidores se sentem mais legitimados para cobrar posicionamentos das empresas. Segundo o relatório, o ativismo dos jovens assumirá o protagonismo na conscientização sobre causas relevantes, pressionando políticos por mudanças reais. De acordo com a pesquisa, a busca por privacidade e pelo uso consciente de dados pessoais irá ser impulsionada pela tecnologia blockchain, que permite que o consumidor volte a ter controle sobre seus dados. Três tendências relacionadas a direitos para 2030 - Os consumidores exigem mais igualdade e atitudes éticas entre si e por parte das empresas; a responsabilidade corporativa será a principal medida de desempenho das empresas; a tecnologia aprimora ainda mais a eficácia na promoção de mudanças sociais.


IDENTIDADE

O relatório aponta que os consumidores estão se afastando das rígidas definições de raça, gênero e sexualidade, e um movimento está surgindo em direção a identidades mais fluidas. Embora as pessoas atualmente estão mais conectadas do que nunca, sentimentos de solidão e isolamento estão em ascensão e atingirão proporções epidêmicas até 2030. Segundo o relatório, empresas, organizações sociais e governos devem criar soluções baseadas em tecnologia para ajudar a combater essa epidemia de solidão. Três tendências relacionadas à identidade para 2030 - O mercado de trabalho se ajusta ainda mais ao futuro não-binário; o uso generalizado de robôs para reduzir a ansiedade e incentivar a interação social; as pessoas se identificam por suas experiências, não por seus bens materiais.


UTILIDADE

Segundo o relatório, a iminência de uma catástrofe climática faz com que os consumidores passem a analisar seus hábitos de consumo, resultando num crescente movimento para um consumo mais lento e que enfatize durabilidade e funcionalidade. A rápida urbanização reduzirá o espaço disponível em casa, no escritório e em ambientes compartilhados, exigindo que os consumidores comprem menos coisas. Neste ponto, a economia circular ajuda os consumidores a saciar esse desejo por conveniência e consumo sustentável. Três tendências relacionadas a valores para 2030 - As marcas priorizam as pessoas e o planeta em detrimento da lucratividade; o mercado de artigos de luxo cresce à medida que mais consumidores optam por produtos sustentáveis e duradouros; os consumidores priorizam valores criativos e artesanais e produtos genuínos, de qualidade e duráveis.


EXPERIÊNCIAS

A demanda dos consumidores por experiências já existe hoje, mas o relatório aponta que o papel que a experiência de marca desempenha na tomada de decisão do consumidor está evoluindo. A “experiência” deixa de ser uma ferramenta de marketing e passa a ser uma ferramenta de forte conexão entre empresa e consumidor. Se por um lado a tecnologia gera uma infinidade de experiências, do outro, estar sempre conectado aumenta a demanda por interações offline. Por isso, o relatório indica que no futuro as experiências coletivas ganharão cada vez mais popularidade. Três tendências relacionadas à experiência para 2030 - Os meios tradicionais de educação se tornam obsoletos, pois os consumidores priorizam sua própria felicidade e exploram novos caminhos para a educação e a carreira; um foco renovado em tradições mais antigas e celebrações que são centrados em torno da nostalgia, o que ajuda a congregar comunidades; pessoas passam a priorizar a “desconexão” para se divertir. (Portal Consumidor Moderno)


Mafra hospitalar compra a Expressa

A distribuidora de medicamentos Mafra Hospitalar, empresa do grupo DNA Capital, controlado pelos herdeiros do empresário Edson de Godoy Bueno, donos do laboratório DASA e do grupo de hospitais Impar, comprou a concorrente Expressa, que fatura R$ 1,5 bilhão anuais. Uma das maiores empresas de distribuição de medicamentos no País, a Mafra, que fatura R$ 3 bilhões anuais e é dona da Cremer, ex-Tarpon, quer ser uma grande consolidadora desse setor, a exemplo de como tem feito o fundo Pátria Investimentos. O valor do negócio, que precisa de aval do CADE - Conselho Administrativo de Defesa Econômica, não foi revelado. (Jornal O Estado de S Paulo)


Acqui-hiring no Brasil

A fintech Nubank, que se tornou um unicórnio, ou startup avaliada em pelo menos US$ 1 bilhão, em março de 2018, comprou a startup Plataformatec. O acordo tem como objetivo conseguir funcionários talentosos, processo conhecido como acqui-hiring. O Nubank divulgou em 06 de janeiro a primeira compra de sua história, adquirindo a consultoria Plataformatec com o objetivo de incorporar seus funcionários ao negócio de seu cartão de crédito. O acqui-hiring foi comum no Vale do Silício, nos Estados Unidos, nos anos de 2013 e 2014. Por aqui, empresas como a Loggi também praticaram o acqui-hiring. A startup de logística adquiriu no ano passado o empreendimento de inteligência artificial WorldSense, de olho em seus engenheiros. Há tempos o Nubank procura formas de captar talentos. A fintech abriu uma filial em Berlim, na Alemanha, com foco em infraestrutura e engenharia de dados. Também contratou 300 profissionais especializados em engenharia de software em 2019. A expectativa para 2020 é a de continuar contratando. (Blog Televendas & Cobrança)


ChemChina e Sinochem formam a nova Syngenta

A ChemChina e a Sinochem estão consolidando seus ativos agrícolas em uma nova holding chamada Syngenta Group, informou a unidade da ChemChina Syngenta em 05 de janeiro. Chen Lichtenstein, atual presidente da Adama, será nomeado vice-presidente financeiro do recém-formado Grupo Syngenta. O grupo terá sede em Basileia, na Suíça, informou o grupo suíço que a ChemChina comprou em 2017 por 43 bilhões de dólares. (Agência de notícias REUTERS)


Produção de grãos pode alcançar novo recorde

A estimativa da safra agrícola 2019/20 de grãos aponta uma produção de 248 milhões de toneladas, com aumento de 2,5% ou 6,1 milhões de toneladas a mais em relação a 2018/19. Os números registram novo recorde da série histórica e foram divulgados, na quarta-feira, 08, pela CONAB - Companhia Nacional de Abastecimento, em seu quarto levantamento. A expectativa para a área semeada é que sejam cultivados 64,2 milhões de hectares ou o equivalente a uma variação positiva de 1,5% em comparação à da safra anterior. As condições climáticas, que apresentaram certa instabilidade no início do plantio de verão na maioria das regiões produtoras, tomaram agora um novo ritmo de normalização. A perspectiva é que os níveis de produtividade apresentem bom desempenho nessa etapa.


As previsões de crescimento e queda - A soja, o milho, o algodão crescem, enquanto o feijão, o trigo e o arroz mostram redução de 1,9% na área em comparação com a temporada passada. A soja e o milho apresentam melhor rentabilidade. O trigo deve alcançar 5,15 milhões de toneladas e redução de 5% em relação a 2018. O arroz apresenta tendência de redução de 0,7% na área e produção de 10,5 milhões de toneladas. (Portal AGROLINK, com informações da CONAB)

Upbeat Consulting | Upbeat MDC Consultoria Empresarial Ltda.


Integrar esforços e executar transições eficientes entre disciplinas maximizando a performance é o que leva à vitória, tanto no triathlon como nos negócios. Atuamos estratégica e taticamente com foco em capital humano, marketing e vendas. Desenvolvemos soluções integradas que potencializam performance aos nossos clientes em transições de carreira, de informação e de negócios trazendo resultados campeões junto aos seus colaboradores, consumidores e acionistas.


Fale com a gente. Vamos com tudo!


Rodrigo N. Ferraz | rodrigo@upbeatconsulting.com.br | 5511 4200 8327

Ruben D.F. Ferraz | r.ferraz@upbeatconsulting.com.br | 5511 4554 1140



Tags: #serviços #tecnologia #alimentos #alimentos #varejo #vagasdifíceis #headhuntingvagasdifíceis #outboundhiring #boletimupbeatmdc #upbeatconsulting #energiasalternativas #vamoscomtudo #agronegocios


Upbeat Consulting | Headhunting, Vagas Difíceis

Performance em transições de carreira, de informação e de negócios.