Últimas Notícias | Ano 12 | Edição 073


Headhunter sp, Headhunting brasil, Executive Search, Consultoria Empresarial, Gerenciamento de Carreira, Aconselhamento Profissional SP, M&A Brazil, SEO


Obter investimento de US$ 30 milhões em uma hora com Jeff Bezos?


Leia essa e outras notícias em nosso boletim: www.upbeatconsulting.net/blog

"Nada é tão lamentável e nocivo como antecipar desgraças.

(Sêneca, filósofo romano)





Ele conseguiu US$ 30 milhões em uma hora com Jeff Bezos

Imagine o seguinte cenário: você consegue um tempo de uma hora com a pessoa mais rica do planeta. O que fazer? Bom, o chileno Matias Muchnick se preparou bem e apresentou a Jeff Bezos, CEO e fundador da Amazon, a sua ideia de negócio. Muchnick tem uma startup que usa inteligência artificial para produzir alimentos à base de plantas. Bezos curtiu e colocou US$ 30 milhões no negócio. Hoje, a startup já conta com uma operação global, presente no Chile, Argentina, Brasil e Estados Unidos. Entre os produtos desenvolvidos estão a maionese à base de grão de bico, o sorvete à base de ervilha e o leite à base de repolho e abacaxi. Em 2020, a empresa lançará no mercado seu hambúrguer e estreará no mercado norte-americano. Matias apresentou-se durante o Festival de Inovação e Cultura Empreendedora, evento que acontece em São Paulo, no Co. W Berrini.

A NotCo - Durante a apresentação, o chileno contou a história da startup NotCo, um negócio fundado por ele e mais dois chilenos que se conheceram em Harvard, com origens em mercados como tecnologia, finanças e biotecnologia. Juntos, criaram uma inteligência artificial capaz de analisar a composição molecular de 35 mil plantas para desenvolver e criar a partir do zero alimentos “tradicionais”. Muchnick afirma ter o objetivo de conectar as pessoas com a origem do alimento que consomem. “Essa desconexão entre os ingredientes e os produtos é brutal. E não são os consumidores que devem lutar contra isso. São as empresas”, afirma.


Alimentos à base de proteínas vegetais - Segundo o banco suíço UBS, o segmento de proteína à base de vegetais pode chegar aos US$ 85 bilhões até 2030, frente aos US$ 4,6 bilhões de 2018. O potencial de crescimento do mercado de não-carne atrai frigoríficos, redes de fast food e investidores de startups. A Impossible Foods produz 226 toneladas de carne à base de vegetais por mês e em agosto passado fechou contrato com o Burger King. Desde a fundação, em 2011, levantou mais de US$ 750 milhões de investidores como Google Ventures e Temasek, além do próprio UBS. Para não ficar para trás, o McDonald’s correu e lançou em setembro uma parceria similar com a Beyond Meat, empresa listada na bolsa e com valor de mercado avaliado em mais de US$ 4 bilhões. No Brasil, Marfrig e Fazenda Futuro lançaram seus similares. Com outra proposta, a de criar carne de boi e de frango por multiplicação celular em laboratório, a foodtech Memphis Meats levantou cerca de US$ 20 milhões da Tyson Foods e dos bilionários Bill Gates e Richard Branson.


Os produtos da NotCo - Do lado da NotCo, os objetivos são tão expressivos quanto os números do setor. A NotCo quer ser uma empresa que opera como uma multinacional, mas toma “decisões rápidas como uma startup”. No Chile, a NotMayo (não-maionese) da empresa já ocupa 12% do market share de maioneses do país. Desse total, 92% dos consumidores não são vegetarianos ou veganos. No Brasil, a maionese foi lançada oficialmente em maio e no ano que vem adicionará ao seu portfólio o leite NotMilk e o sorvete NotIceCream, em parcerias com redes como GPA, Carrefour e St. Marché. Neste ano, também inaugurou um escritório para pesquisa e desenvolvimento em São Francisco, na Califórnia. “O mercado está mudando, porque usamos ciência e tecnologia para fazer isso. O resto da indústria também precisa correr atrás, porque, no fim do dia, todos somos afetados.” (Época Negócios)


Eco-ansiedade, o estresse das mudanças climáticas

Um conceito novo tem surgido em consultórios de psicologia e psiquiatria ao redor de todo o mundo. Pacientes têm apresentado os sintomas tradicionais de ansiedade, depressão e síndrome do pânico, mas com raízes diferentes das habituais: são consequências do estresse causado pelas notícias aterradoras sobre as mudanças climáticas no planeta. O transtorno foi chamado de eco-ansiedade e, por se tratar de um problema relativamente novo, não há estatísticas disponíveis sobre a sua predominância. No entanto, a Associação Psicanalítica Internacional reconhece a mudança climática como “a maior ameaça à saúde global do século 21.”


O terror climático como diagnóstico - A revista Psychology Today descreveu a eco-ansiedade como “um distúrbio psicológico bastante recente, que afeta um número crescente de indivíduos que se preocupam com a crise ambiental”. Embora o DSM-5 - Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais ainda não inclua este distúrbio como um diagnóstico específico, cada vez mais pessoas relatam, em consultórios, altos níveis de estresse devido às mudanças climáticas, com sintomas que incluem ataques de pânico, pensamentos obsessivos, perda de apetite e insônia.


O tratamento da eco-ansiedade - Além dos métodos já conhecidos de psicoterapia, que são eficientes no tratamento de ansiedade, existe um campo emergente da psicologia que pode ser uma resposta interessante aos sintomas de eco-ansiedade: a ecopsicologia, que busca estudar a conexão emocional entre os indivíduos e a natureza, buscando estilos de vida mais adequados. Eco-psicólogos desenvolvem métodos de motivação positiva em seus pacientes, para que haja a adoção de práticas sustentáveis sem o despertar de sintomas obsessivos. Além disso, os eco-psicólogos integram práticas de ecologia e psicologia para afastar as emoções negativas causadas pelo impacto climático, como culpa e ansiedade, oferecendo insights importantes sobre cognição, bem-estar psicológico e a experiência humana em geral. A eco-psicóloga e psicoterapeuta junguiana Mary-Jayne Rust contou à revista New Scientist que sugere a seus pacientes que vivam mais alinhados de acordo com seus valores, para que as taxas de ansiedade diminuam. Segundo ela, praticar técnicas de reciclagem ou até mesmo tomar frente em projetos ativistas faz com que o sentimento de culpa tão presente entre eco-ansiosos diminua.


As sugestões do The Green-Hub - O projeto ativista The Green Hub sugere ainda que as pessoas que apresentam esses sintomas aumentem o seu contato com a natureza, para reviver sua conexão com a beleza da natureza que ainda temos presente. De acordo com o projeto, imersões constantes na natureza ajudam os indivíduos a manterem-se inspirados e motivados, além de reduzir os sintomas negativos da eco-ansiedade. Uma participante do projeto sugere, também, que as pessoas com o distúrbio foquem mais nas coisas positivas que podem fazer pela natureza do que só pensar naquilo que não podem fazer, pois assim poderão se sentir mais esperançosos. (Portal Consumidor Moderno - Carolina Cozer)


Impactos da RDC 304 na cadeia logística farmacêutica

A publicação da RDC 304/2019 que dispõe sobre as Boas Práticas de Distribuição e Armazenagem e de Boas Práticas de Transporte de Medicamentos publicada em 17 de setembro de 2019, é um marco regulatório para a saúde pública do país. A resolução mesma justifica-se pela necessidade de revisão da Portaria 802/98, uma vez que esta se encontrava em atividade há cerca de 21 anos, antes mesmo da criação da ANVISA e da evolução dos conceitos de Boas Práticas. Trata-se de assunto que tem se destacado nas últimas agendas regulatórias, e que agora tem publicação final. Uma nova era positiva se inicia para a cadeia logística farmacêutica.


As bases da resolução - A RDC 309 é pautada em três bases: Sistema de Gestão da Qualidade, Qualificação e Validação, e Rastreabilidade, visando garantir a estruturação das áreas de qualidade a fim de promover o controle e a fiscalização da cadeia de distribuição de medicamentos, envolvendo os fabricantes de medicamentos, as distribuidoras e as transportadoras, que passam a ter responsabilidade compartilhada. Quanto à definições já se visualiza impactos positivos sobre BPT - Boas Práticas de Transporte, Qualificação Térmica e Mapeamento Térmico de depósitos, contêineres, sistemas passivos e ativos, que nunca existiram anteriormente nas legislações.


Prazos para aplicação da norma - Para os outros itens mandatórios, o artigo 88 estabelece o prazo de um ano após a vigência da norma, para a aplicação do conjunto de ações corretivas que serão necessárias à implementação, e o artigo 89 menciona que a resolução entra em vigor cento e oitenta dias após sua publicação. Sendo assim, tanto fabricante de medicamentos, distribuidoras e transportadoras terão 18 meses para se adequarem.


Enfrentando os gargalos - Tanto a ANVISA quanto o setor regulado se propuseram a enfrentar os gargalos e paradigmas relacionados à cadeia de distribuição e logística, afim de encontrar soluções para melhoria dos processos que efetivamente garantam a qualidade dos produtos farmacêuticos ao serem submetidos à ponta final da cadeia produtiva, embora neste momento seja algo desafiador, carente de dados concretos e investimentos por parte do setor. (Portal Pfarma)


Mercado de fusões e aquisições bastante aquecido no Brasil e no exterior

Recente manchete do Jornal de Negócios de Portugal ressalta que os últimos dias têm sido frenéticos no que se refere a fusões e aquisições. Em cerca de 24 horas atingiu-se um recorde, com vários negócios anunciados e que totalizam mais de 70 bilhões de dólares. No Brasil, manchetes de jornais de ontem, 27, destacam três transações com a impressionante cifra de R$ 1 bilhão, cada, que simbolizam a dimensão do apetite de fusões e aquisições, no presente momento:

  • Smart Fit vende fatia de 12,4% para fundo canadense por R$ 1 bilhão;

  • Administradora de shoppings Aliansce Sonae fará oferta de ações de até R$ 1,1 bilhão;

  • Cyrela Commercial Properties faz acordo de R$1 bi para comprar parte do WTorre JK.

(Blog Fusões & Aquisições - Ruy Moura)


Pão de Açúcar e Raia Drogasil criam a Stix Fidelidade

O Pão de Açúcar e a rede de farmácias RD – Raia Drogasil firmaram acordo para a criação de uma empresa de programa de fidelidade. A expectativa é que a nova empresa em joint venture, batizada de Stix Fidelidade, comece a operar no segundo semestre de 2020. Pelo acordo, que ainda depende de aprovação do CADE - Conselho Administrativo de Defesa Econômica, o Pão de Açúcar terá participação de 66,7% e a RD ficará com os outros 33,7%. Em entrevista a jornalistas, o diretor-presidente do GPA - Grupo Pão de Açúcar, Peter Estermann, afirmou que o programa de fidelidade busca ampliar a base de clientes de ambas as companhias, além da frequência de compras. Os clientes de ambas as empresas poderão acumular pontos em compras nas lojas das bandeiras Extra, Pão de Açúcar, Drogasil e Droga Raia. (Blog Fusões & Aquisições)


JBS adquire a marca Marba

O grupo de empresas JBS anunciou no início do mês, através de sua controlada Seara Alimentos, a compra do Frigorífico Marba. O valor da aquisição não foi divulgado e, segundo o anúncio, a aquisição está em linha com a estratégia da JBS de ampliar a participação de produtos de maior valor agregado e de marcas em seu portfólio. Com faturamento anual de cerca de 350 milhões de reais, a Marba é uma das marcas mais tradicionais no segmento de frios e embutidos e referência no segmento de mortadelas no estado de São Paulo. A consumação desta operação está sujeita à aprovação do CADE, autoridade brasileira de defesa da concorrência no mercado brasileiro. (Portal Aditivos e Ingredientes)


Upbeat Consulting | Upbeat MDC Consultoria Empresarial Ltda.


Integrar esforços e executar transições eficientes entre disciplinas maximizando a performance é o que leva à vitória, tanto no triathlon como nos negócios. Atuamos estratégica e taticamente com foco em capital humano, marketing e vendas. Desenvolvemos soluções integradas que potencializam performance aos nossos clientes em transições de carreira, de informação e de negócios trazendo resultados campeões junto aos seus colaboradores, consumidores e acionistas.


Fale com a gente. Vamos com tudo!


Rodrigo N. Ferraz | rodrigo@upbeatconsulting.com.br | 5511 4200 8327

Ruben D.F. Ferraz | r.ferraz@upbeatconsulting.com.br | 5511 4554 1140




Tags: #serviços #tecnologia #alimentos #alimentos #varejo #vagasdifíceis #headhuntingvagasdifíceis #outboundhiring #boletimupbeatmdc #upbeatconsulting #energiasalternativas #vamoscomtudo #agronegocios


Upbeat Consulting | Headhunting, Vagas Difíceis

Performance em transições de carreira, de informação e de negócios.