Buscar

Você pesca ou é pescado?


Mais do que apenas vender o seu peixe entenda se o peixe da empresa é aquele que você quer no seu prato.

Olá! Venho dividindo neste espaço que "entrevista" não é o melhor termo a definir o momento da sua conversa com a empresa. Candidato e entrevistador, naquele encontro, estão em uma reunião onde ambos procuram a melhor solução comum para as questões particulares que cada lado pretende resolver para os seus negócios, não é? Assim, sinta-se sempre procurando não só vender o seu peixe como especialmente entendendo se o peixe da empresa é aquele que você quer no seu prato.


Enfim, as boas "entrevistas" são reuniões onde o entrevistador te dará oportunidades para formular perguntas permitindo, no momento oportuno, que você mostre os seus diferenciais.Neste mar de candidatos, seguem algumas sugestões para que você possa ser o peixe grande que o entrevistador quer na rede dele:


Quais experiências, competências e habilidades você espera que o candidato ideal para esta posição possua?

A pergunta (que pode até parecer superficial) permite que o entrevistador te informe o que exatamente a empresa está procurando e o que está sendo avaliado para aquela posição. É uma deixa e a sua grande chance caso ele venha a explorar experiências que você têm (mas não que não foram mencionadas no seu currículo) possam vir à tona e aproximá-lo ainda mais da vaga.


Como a minha performance nesta posição será medida e acompanhada?

Esta pergunta mostra que você está realmente interessado em se tornar bem sucedido na posição onde é candidato e que você reconhece que entregar resultados é importante. Permite também que o interlocutor possa avaliar o quanto os seus valores pessoais estão alinhados com os da empresa.


Você gosta de trabalhar aqui?

A questão conecta você ao entrevistador de forma mais pessoal. A resposta dele vai permitir que você saiba mais sobre a cultura da empresa também dando uma boa noção do quanto os seus colaboradores possam estar satisfeitos.


Por que esta vaga está aberta?

Permite que você possa saber se ocupará uma nova função ou estará substituindo algum funcionário. No caso de uma substituição, permite que você questione a razão da saída do antigo colaborador, permitindo saber ainda mais sobre a satisfação dos funcionários e também sobre as suas possibilidades de progressão dentro da empresa.


Você pode me falar sobre as pessoas com quem eu vou trabalhar?

É importante para saber como pensa o seu chefe e como é a equipe da qual você fará parte permitindo a você uma boa noção de como você se encaixa e de como viria a ser a sua contribuição no time. Permite saber um pouco mais sobre os seus futuros colegas e sobre a dinâmica da empresa.


A empresa oferece alguma formação ou oportunidades de educação?

Isso mostra que você está disposto a aprender e crescer com a empresa, interessado em fazer o seu melhor e mostrando que o seu progresso de carreira e dentro da empresa são importantes para você.


Existe possibilidade para progressão na empresa?

Demonstra que você está à frente do seu passe, é comprometido em apresentar valor e, igualmente, em ser valorizado pela empresa. Os empregadores normalmente apreciam profissionais que demonstram essa ambição saudável e esse entusiasmo, não tema a pergunta pois pode ela o posiciona como confiante e decidido.


Você tem algum senão quanto às minhas habilidades e qualificações?

Também te posiciona de forma segura e decidida frente ao seu interlocutor. Mas só pergunte isso se você está realmente confiante sobre o seu passe e experiência estarem adequados à oportunidade. Esteja preparado para convencer o entrevistador no caso dele sinalizar qualquer preocupação sobre as suas qualificações e habilidades.

Quais são os próximos passos do processo?

Questão relevante e oportuna ao encerrar a sua entrevista. Ao fazer esta pergunta, você demonstra ao entrevistador que realmente está interessado no trabalho e que você está animado para seguir em frente. Você também pode perguntar sobre o número de candidatos concorrentes para a posição.


Enfim, frente ao enorme cardume disponível aos empregadores, mostrar-se interessado e confiante é mais do que um diferencial nesse mar de bons profissionais em transição.


Tenha cartões de visita pessoais e sugira trocá-lo, desfecho que sela a reunião e abre um novo canal de relacionamento que transcende àquela vaga que você está concorrendo.

Mais do que apenas vender o seu peixe entenda se o peixe da empresa é aquele que você quer no seu prato. É isso que faz o peixe grande.


Boa pescaria e vamos com tudo!

Upbeat Consulting | Headhunting, Vagas Difíceis

Performance em transições de carreira, de informação e de negócios.